Displaying items by tag: Muitas águas

14 Sua cabeça e seus cabelos eram brancos como a lã, tão brancos quanto a neve, e seus olhos eram como chama de fogo.

15 Seus pés eram como o bronze numa fornalha ardente e sua voz como o som de muitas águas.

16 Tinha em sua mão direita sete estrelas, e da sua boca saía uma espada afiada de dois gumes. Sua face era como o sol quando brilha em todo o seu fulgor.

20 Este é o mistério das sete estrelas que você viu em minha mão direita e dos sete candelabros: as sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete candelabros são as sete igrejas".

 

PARTE 2 - Revelation 1:14-16, 20

*** Considerações gerais ***: Não tem assunto melhor pra gente falar do que Jesus, não verdade? É muito bom que Apocalipse começa com essa descrição de Jesus logo no primeiro capítulo. Jesus quer mostrar pra gente quem Ele é. Ele quer estabelecer um relacionamento com as pessoas que estão lendo essa mensagem. A mensagem precisa se tornar muito mais do que palavras em um livro. Ele quer que a gente tenha a experiência marcante desse encontro com Ele.

Nós temos em Apocalipse 1:14, 15, 16, e 20, uma descrição da aparência de Jesus que é muito chocante. Mas eu gostaria que você tivesse uma coisa em mente. João está explicando aqui, muito além da descrição da aparência física de Jesus. O ponto principal dessa descrição está em mostrar o caráter, o amor, e o propósito de Cristo. Então, se a gente fosse tirar uma foto dessa cena, onde só o visual fosse aparecer, seria uma foto muito estranha. Então vamos ter isso em mente, que essa é uma foto daquilo que nós vemos em Jesus somente quando passamos tempo com Ele e quando tomamos tempo pra desenvolver um relacionamento com Ele. Essa é uma foto do caráter de Jesus.

*** Contexto Geral ***: No estudo #8, que foi a parte 1 desse estudo sobre Jesus, nós vimos a comparação da descrição de Jesus que vemos em Apocalipse, com outros versos na Bíblia, que descrevem Jesus de uma maneira muito parecida. Esses outros versos estão em Ezequiel 1:26-28, Mateus 17:2-6, e Daniel 10:5-12.

Os versos em Daniel trazem todos os elementos que vemos aqui em Apocalipse 1. Os versos em Ezequiel e Mateus também são equivalentes, mesmo não dando tantos detalhes. As palavras que esses escritores usaram pra descrever Jesus são quase que as mesmas. E veja que Daniel escreveu sobre essa visão que ele teve cerca de 600 anos antes da visão de João acontecer.

Nesses versos em Apocalipse, vemos 7 descrições de Jesus, 2 coisas que Ele estava ativamente fazendo nessa cena, a reação de João, e a compaixão de Jesus em resposta à reação de João. Tudo isso está descrito nessa “fotografia” de Jesus.

Interessante como o número 7 aparece o tempo todo, não é mesmo?Bom, nós vimos a primeira descrição de Jesus no estudo #8: Jesus se parece com um ser humano que está vestindo uma roupa de Rei e Sacerdote. A gente viu também a primeira coisa que Ele estava fazendo na cena. Ele estava andando por entre os sete candelabros, que representam as 7 igrejas para quais João está enviando a mensagem de Apocalipse.

Vamos então agora explorar as outras 6 descrições de Jesus e também, ver a segunda coisa que Ele estava fazendo.

*** Cabelos e cabeça brancos como lã e neve ***: João descreveu Jesus como tendo cabelos e cabeça brancos como a lã e neve. Vamos comparar essa descrição com Daniel 7:9. Nesse verso, lemos a parte da visão em que Daniel vê o "Ancião de Dias” (O ancião de Dias é Deus Pai), e Ele está se assentando no trono. Daniel descreve Deus Pai como estando vestido com uma roupa "branca como a neve; o cabelo era branco como a lã". Mais tarde na visão, nos versos 13 e 14, Daniel diz que aquele que parecia "um filho de um homem" se aproximou do Ancião de Dias. Como vimos no estudo #8, Jesus é aquele que se parecia como um filho de homem. Continuando o texto em Daniel, lemos como Deus deu a Jesus "autoridade, glória e reino". João, em Apocalipse 1:14 está descrevendo Jesus como tendo as mesmas características e autoridade do Pai. O pai tem os cabelos brancos, Jesus também tem os cabelos brancos. O próprio Jesus disse: “[...] Quem me vê, vê o Pai [...]” (João 14:9). Em Mateus 28:18, lemos que após a Sua ressurreição, Jesus disse o seguinte aos discípulos: “[...] "Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra.”
 
*** Seus olhos eram como chama de fogo ***: Hebreus 4:13 diz que nada pode se esconder da vista de Deus. Ele pode ver tudo (Jó 28:24; Provérbios 15:3). No texto original de Êxodo 15:26, lemos que se as pessoas fizessem o que é correto diante dos olhos de Deus, obedecendo Seus mandamentos, Ele os pouparia das pragas que afligiram os egípcios, porque Ele é um Deus que cura. Em Deuteronômio 4:23-24, lemos que Deus é um "fogo consumidor" para aqueles que não guardam Seus mandamentos. Então, em Apocalipse 1:14, temos a descrição de olhos em chamas que vêem absolutamente tudo. Olhos que podem purificar os Seus servos fiéis, e que também podem consumir (ou julgar) aqueles que escolherem não seguir os Seus ensinamentos.
 
*** Seus pés eram como o bronze numa fornalha ardente ***: A palavra bronze usada nesse verso é chalkolibanō, e significa bronze polido, ou latão. Os termos bronze e latão são usados como sinônimos em diferentes traduções. Em hebraico, a palavra para chalkolibanō usada em Daniel 10:6 é nə·ḥō·šeṯ. O bronze e o latão são ligas de metal, ou seja, eles não são feitos de metal puro. Bronze é um metal que contém cobre e estanho, e latão é feito de cobre e zinco. Muitos dos móveis e utensílios no tabernáculo eram feitos ou cobertos de ouro (Êxodo 25 - 30). Mas todos os outros utensílios, argolas, e estacas eram feitos de bronze (Êxodo 27:19; 26:37; 27:17). Possivelmente, as coisas mais interessantes no tabernáculo, que eram feitas de bronze, eram o Altar do Holocausto (Êxodo 27:1-8) e a Bacia para lavagem (Êxodo 30:17-21). Os sacrifícios eram oferecidos no altar, onde eram queimados com fogo. Isso nos faz lembrar de uma fornalha. Os sacerdotes deveriam se lavar na bacia antes de oferecerem sacrifício e antes de entrarem na Tenda do Encontro para que eles não morressem quando entrassem lá. Tanto o altar quanto a bacia apontam para Cristo. Jesus é o Cordeiro sacrificado no altar, e através do Seu sacrifício, nossos pecados são lavados e por isso podemos viver (1 João 1:7; Romanos 6:22). Outro objeto importante de bronze, também simbólico de Cristo, é a serpente que Deus mandou que Moises construísse para salvar o povo das picadas mortais de serpente quando eles estavam no deserto (Números 21:4-9). Se alguém que tivesse sido mordido olhasse para a serpente de bronze no poste, essa pessoa iria viver. Essa história parece estranha a primeira vista, mas Jesus explicou o significado da serpente de bronze em João 3:14-15. Ele disse: "Da mesma forma como Moisés levantou a serpente no deserto, assim também é necessário que o Filho do homem seja levantado, para que todo o que nele crer tenha a vida eterna". Então, podemos ver que os pés de bronze polido em Daniel 10:6 e Apocalipse 1:15 são uma forte referência a todos esses itens de bronze que nós vimos aqui, que são símbolos do sacrifício de Jesus. Assim como a liga de metal é composta de dois elementos diferentes, Jesus é ao mesmo tempo divino e humano (Colossenses 2:9). Ele era sem pecados, mas se tornou pecado (2 Coríntios 5:21) para poder pregar o pecado na cruz, e nos oferecer vida através de Sua morte.
 
*** Sua voz era como o som de muitas águas ***: O Salmo 29 nos dá uma descrição poderosa da majestade e força da voz do Senhor. O salmo diz que "A voz do Senhor ressoa sobre as águas", e troveja de tal forma que "no Seu templo, todos clamam: Glória!" Essa descrição da voz do Senhor nos faz lembrar dos sons que acompanharam a nuvem do Senhor em Êxodo 19:16, com tantos trovões e relâmpagos. Essa descrição do som da voz de Jesus é idêntica à descrição da voz de Deus em Ezequiel 43:2. João descreve a magnitude da voz de Jesus como sendo tão forte quanto a voz do Pai. Podemos realmente entender essa voz magnífica quando lemos Apocalipse 19:6: a voz de Deus soa como a voz de uma grande multidão. Então, não é apenas “quem vê Jesus vê também o pai”, mas quem ouve Jesus, ouve também o Pai.
 
*** Tinha em sua mão direita sete estrelas ***: Vamos falar agora da segunda coisa que Jesus estava fazendo. Ele estava segurando uma coisa na Sua mão direita. E João disse que ele tinha sete estrelas em Sua mão direita. O verso 20 revela o "mistério das sete estrelas". O verso fala que elas são "os anjos das sete igrejas". A palavra "anjo" em Grego é angeloi, e em hebraico mal·’aḵ. A palavra anjo significa mensageiro, ou representante. No Antigo Testamento, a palavra mal·’aḵ é normalmente traduzida como "anjo", como vemos em Juízes 2:4. Mas Malaquias 2:7 nos dá uma outra dimensão dessa palavra ao dizer que o líder da igreja é "o mensageiro [mal·’aḵ] do Senhor". Como vimos em Apocalipse 1:3, o "Testemunho de Jesus" que deve ser enviado às sete igrejas, deverá ser transmitido para os membros por "aquele que lê" (Apocalipse 1:3). Então, podemos entender que "aquele que lê" é um dos líderes locais, mencionados aqui no verso 16 como uma das sete estrelas, ou anjos, na mão de Jesus. O fato de que as estrelas estão na mão direita de Cristo é muito confortante. A mão de Deus é extremamente poderosa e Ele vai proteger seus fiéis (Josué 4:24; 2 Crônicas 20:5-9). O próprio JesUs disse, em Mateus 28:20, que Ele estaria com Seus seguidores até o fim dos tempos. Veja que Jesus está enfatizando nessa cena de Apocalipse que aquelas pessoas, ou mensageiros, que estão transmitindo a mensagem inalterada de Deus estão sob Seu cuidado e direção. Que coisa maravilhosa!
 
*** Da sua boca saía uma espada afiada de dois gumes ***: Vamos agora falar da parte da cena que possivelmente é a mais chocante visualmente. Mas vamos lembrar do que a gente falou antes. Essa é uma foto do caráter de Jesus, certo? Bom, então vamos lá. João disse que da boca decJesus saía uma espada afiada de dois gumes. A gente espera que alguém que usa uma espada, carregue essa espada na mão. Mas a espada de Jesus sai da Sua boca. Então, já dá pra ver que essa espada é um símbolo pra alguma outra coisa. E como sempre, a própria Bíblia explica o que esse símbolo é. Hebreus 4:12 diz: "Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; ela penetra ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e intenções do coração." A espada saindo da boca de Jesus é a Sua palavra, os Seus ensinamentos, o Seu testemunho. E a Sua palavra executa julgamento (veja também Jó 19:25-29, Isaías 66:15-16). A espada de Jesus tanto proteje Seus seguidores, quanto destrói aqueles que escolhem o mal ao invés do Seu amor. Você percebeu? A espada é a mesma. A verdade é uma só. A verdade de Deus, descrita aqui como essa espada afiada, protege quem a segue, mas destrói quem a rejeita. A verdade simplesmente é. O destino final das pessoas - se elas vão ser protegidas ou destruídas - vai depender da escolha dessas pessoas e não da espada. Se as pessoas escolherem seguir a verdade, elas serão protegidas. Se elas escolherem rejeitar a verdade, elas serão destruídas. A espada é afiada, e ela age de acordo com a escolha de cada pessoa.
 
*** Sua face era como o sol quando brilha em todo o seu fulgor ***: 2 Crônicas 7:14 diz que quando nos humilhamos, orando e buscando Sua face, e nos desviando do mal, Ele vai ouvir as nossas preces e nos perdoar. No texto do Salmo 80, Davi está pedindo que Deus reavive e restaure seu povo e que resplandeça Sua face sobre o povo para que pudessem ser salvos. No Salmo 119:134-135, Davi usa a mesma expressão, pedindo que Deus resplandeça sobre ele. Ele quer que Deus ensine Seus decretos. O fato de Davi estar pedindo que Deus resplandeça Sua face sobre ele pra que ele possa aprender os mandamentos de Deus é muito interessante. Isto porque imediatamente antes de Deus dar a Moisés, pela segunda vez, as tábuas com os Dez Mandamentos, Moisés pediu para ver a glória de Deus (Êxodo 33:18-23). Deus concordou em mostrar apenas as Suas costas. Ninguém na terra pode ver o rosto de Deus e sair vivo. Então Deus disse a Moisés que Ele o protegeria com Sua mão ao passar. Podemos entender que a glória de Deus é expressada em sua plenitude pela Sua face. O brilho de Sua face traz salvação e vontade de seguir Seus mandamentos. Em Apocalipse 1:16 João pode ver a face daquEle que é semelhante ao "Filho do Homem", e a glória da Sua face é tão forte que ele a compara com o sol, da mesma maneira que João havia visto na Transfiguração de Jesus (Mateus 17:2). Que visão magnífica!
 
*** Visão Geral ***: João vê Jesus por completo, literalmente da cabeça aos pés. Essa descrição de Jesus é muito parecida com a descrição do Pai encontrada no Antigo Testamento. O Filho e o Pai compartilham a mesma autoridade e glória. Jesus pode ver os pensamentos mais íntimos das pessoas, e nada pode ser escondido dEle. Ele pode julgar porque ele pode ver tudo. Jesus vê o quadro por completo, nos menores detalhes. Através do Seu sacrifício na cruz, Ele pode lavar a humanidade de seus pecados, evitar que tenham morte eterna, e permitir que entrem no Céu. A voz poderosa de Jesus e Sua mão de justiça chamam e protegem Sua igreja, e dão para ela o meio de continuar: Sua palavra, que é a melhor das melhores armas para ser usada na guerra espiritual que está sendo travada nessa Terra. Cada palavra que sai da boca de Jesus é como uma espada afiada que ao mesmo tempo protege Seu povo e consome aqueles que escolhem uma vida sem Cristo. Jesus é o único que traz salvação, e a glória de Sua face nos inspira a seguir os Seus ensinamentos.

   

Bíblia - JF de Almeida RC  

   
   
© Hello-Bible 2016