Saturday, 26 November 2016 17:27

41. Abrindo o quarto selo: quem é o cavaleiro no cavalo amarelo? * Apocalipse 6:7-8

Written by

7 Quando o Cordeiro abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente dizer: "Venha! "

8 Olhei, e diante de mim estava um cavalo amarelo. Seu cavaleiro chamava-se Morte, e o Hades o seguia de perto. Foi-lhes dado poder sobre um quarto da terra para matar pela espada, pela fome, por pragas e por meio dos animais selvagens da terra.

(Versão: Almeida Corrigida e Revisada Fiel)

 

*** O quarto ser vivente ***: Muito provavelmente, o ser vivente no quarto selo é o que se parece como uma águia. Em Deuterônomio 28:48-51, lemos, como parte das maldições do concerto, que Deus enviaria uma nação estranha vinda de longe, que viria contra Israel rapidamente, como uma águia. Essa nação iria tomar tudo do povo. Devastação tomaria conta, e eles teriam fome, sede, e nada restaria. Ao contrário do que vimos no terceiro selo, onde o vinho e o óleo seriam poupados, na maldição do concerto em Deuteronômio 28:51, nem mesmo o óleo ou o vinho permanecem. A destruição completa era certa.

*** A cor amarela ***: A Palavra grega usada para 'amarelo' ou 'pálido' é chlōros, que significa verde. Era usada para descrever vegetação, mas também era usada para descrever a cor amarela-esverdeada de uma pessoa que estava doente, ou mesmo morta. Os primeiros três cavalos tinham uma cor forte e vibrante. Mas esse cavalo é diferente. Ele tem uma cor indefinida e difícil de descrever - ele tem a cor de doença e de morte.

*** O cavaleiro tinha um nome ***: Dos quatro cavaleiros, esse é o único que tem seu nome revelado para nós. Seu nome é morte. E o Hades o segue de perto. Vimos no estudo #10 que Hades é a palavra grega hadēs, que significa 'sepultura'. Às vezes é traduzida como inferno. Mas, baseado nos ensinamentos da Bíblia, vemos que o Hades é o lugar que contém os mortos, e portanto, podemos entender que ‘sepultura’ é uma tradução apropriada. A Bíblia nos diz que Jesus desceu ao Hades quando Ele morreu (Atos 2:29-33), mas que Ele não permaneceu morto. Ele ressurgiu à vida, e agora Ele possui as chaves da Morte e do Hades (Apocalipse 1:18). Em outras palavras, Apocalipse 6:8 diz que a Morte estava cavalgando em um cavalo de aparência mórbida, e que estavam deixando para trás uma trilha de sepulturas. Essa imagem nos mostra o mesmo cenário da águia descrita em Deuteronômio, que viria dominar o povo de Deus, deixando para trás uma terra desolada.

*** A quarta parte da Terra ***: Os primeiros quatro selos são quatro cavaleiros que saem para o mundo com a missão de trazer pessoas de volta para Deus. Esses cavaleiros receberam autoridade de Deus para executarem sua missão. Eles tinham controle sobre toda a Terra. A simbologia da divisão da Terra em quatro partes é vista em Apocalipse 7:1, onde quatro anjos estão segurando os quatro ventos da Terra. Esses quatro anjos têm um controle global do planeta, mais precisamente, dos eventos que ainda não devem ser iniciados. O conceito desse tipo de controle vai mais fundo ainda, e a expressão 'quatro ventos', se referindo aos quatro cantos da Terra ou Céu, está presente por todo o Antigo Testamento (Jeremias 49:36; Zacarias 2:6; Zacarias 6:5; Ezequiel 17:21; Ezequiel 37:9; Daniel * 7:2; Daniel * 8:8; Daniel * 11:4). Jesus, ao falar de Sua Segunda Vinda, disse: " E ele enviará os seus anjos com grande som de trombeta, e estes reunirão os seus eleitos dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus." (Mateus 24:31; veja também Marcos 13:27). A quarta parte da Terra é o alvo dos julgamentos trazidos pelo quarto cavaleiro. E a quarta parte da Terra se refere ao povo de Deus que passou pela fome espiritual (terceiro selo), e que agora (quarto selo) estão à beira da Morte espiritual.

*** Espada, fome, morte, e animais selvagens ***: Essa é uma referência clara às maldições do concerto que vimos em Deuteronômio 28, resumidas em Ezequiel 14:21 como guerra, fome, pestilência, e animais selvagens. Como vimos no estudo #37, as maldições do concerto eram direcionadas aos Israelitas quando eles rejeitavam os mandamentos de Deus. Deus era quem estava no controle dessas maldições. Ele usava essas pragas para disciplinar Seu povo, mais especificamente, aqueles que estavam sendo infiéis à Sua Palavra, para trazê-los de volta para Si. Um fato interessante a respeito dessa passagem de Apocalipse, é que ela menciona um aspecto dos dois cavaleiros anteriores: a espada do segundo cavaleiro, e fome trazida pelo terceiro cavaleiro. A ordem em que esses elementos são mencionados no verso, dá a entender que o problema está se intensificando, e serve de alerta. A espada irá dividir o povo, e aqueles que recusarem a ouvir a Palavra irão sofrer fome espiritual, e eventualmente morrer, se continuarem no caminho da rejeição. O que sobrar após a morte, será consumido pelos animais selvagens da Terra.

*** Aplicação simbólica e profética ***: Como vimos no estudo das Sete Igrejas, os ensinamentos falsos começaram dentro da Igreja, e as pessoas passaram a substituir o puro ensinamento da Bíblia pela tradição. Vimos esse período de grande divisão na igreja em Tiatira, que, profeticamente, representa a igreja durante a Idade Média (estudos #19, #20, e #21), e que levou à igreja morta, representada pela igreja em Sardis (estudo #22 e #23). Mas como nos três primeiros selos, os eventos trazidos por esse cavalo e cavaleiro não estão limitados somente a esse período. As atividades de todos os cavaleiros são contínuas, até o fim.

*** Visão Geral ***: O alerta trazido pelo quarto cavaleiro parece amedrontador. A idéia da espada, fome, morte, e abutres faz medo. Mas, é exatamente por isso, que Deus está dando a Seu povo esse alerta com antecedência. O propósito de qualquer alerta ou aviso é prevenção. Deus está aqui falando quais são as consequências naturais de quebrar os ensinamentos de Sua Palavra. Quando um pai diz a seus filhos: “não brinquem com fogo, ou vocês poderão se queimar”, ele não está desejando que seus filhos desobedeçam sua ordem. A intensao do pai nao é queimar seus filhos. O ponto do aviso é exatamente para manter seus filhos longe do perigo. Se os filhos decidem não dar ouvidos ao pai, e acabam se queimando, eles irão sofrer as consequências de sua desobediência. Eles terão dor, sofrimento, e podem até morrer. É por isso que Deus está alertando Seu povo. Ele não deseja que ninguém sofra, ou morra. Mas se as pessoas insistem em desobedecer, elas poderão acabar se machucando, ou pior ainda, espiritualmente mortas. Todos os cavaleiros até agora foram enviados do Céu para trabalharem com os filhos de Deus. O quarto cavaleiro não é diferente. Jesus é o quarto cavaleiro trazendo essa mensagem importante do Pai: a mensagem de morte que resulta no sepulcro. Mas, o mais importante, é que Ele está nos lembrando, através da linguagem usada no texto, de quem Ele disse que possui as chaves da Morte e do Hades: o próprio Jesus (Apocalipse 1:18). Isso significa que existe esperança. Se Jesus está no controle, podemos estar seguros que aqueles que se arrependerem e retornarem para o caminho do vencedor, não terão que enfrentar os animais ferozes da morte eterna. Jesus tem o poder de jogar a Morte e o Hades no lago de fogo, onde definitivamente terão seu fim (Apocalipse 20:14). Jesus, por outro lado, irá reinar para sempre. A salvação está somente em Cristo, e se nos firmarmos fortemente em Sua Palavra, não teremos nada a temer.

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016