Saturday, 05 November 2016 21:44

38. Abrindo o primeiro selo: quem é o cavaleiro no cavalo branco? * Apocalipse 6:1-2

Written by

1  E, havendo o Cordeiro aberto um dos selos, olhei, e ouvi um dos quatro animais, que dizia como em voz de trovão: Vem, e vê.


2  E olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vitorioso, e para vencer.

 

*** Panorama ***: O cordeiro é quem abre os selos. Ele é o único que foi achado digno de abri-los, porque foi Ele quem pagou o preço para restaurar a humanidade, com Seu próprio sangue. No momento quando Jesus abriu o primeiro selo, eventos impressionantes começaram a ser revelados. Os primeiros quatro selos estão diretamente ligados um com o outro, uma vez que todos eles incluem cavaleiros e cavalos. A expressão “os quatro cavaleiros do Apocalipse” é bastante conhecida.

Encontramos um texto similar no Antigo Testamento, falando a respeito de cavalos de cores diferentes (Zacarias 1:8-17, e Zacarias 6:1-8). As cores dos cavalos no capítulo 1 de Zacarias são mencionadas (vermelho, malhado, e branco), mas não são enfatizadas. No capítulo 6 de Zacarias, vemos as mesmas cores dos cavalos mencionados no capítulo 6 de Apocalipse. Uma informação importante que pode nos ajudar a entender os cavalos em Apocalipse, é que, nos textos de Zacarias, os cavalos vêm do Céu. O Senhor os enviou. E eles tinham uma missão a ser cumprida aqui na Terra.

*** Voz de trovão disse: Vem ***: Assim que o primeiro selo foi aberto, João viu um dos seres viventes fazendo um anúncio. Ele tinha a voz de trovão. Apocalipse 4:7 nos diz: “E o primeiro animal era semelhante a um leão, e o segundo animal semelhante a um bezerro, e tinha o terceiro animal o rosto como de homem, e o quarto animal era semelhante a uma águia voando.” A voz de trovão combina bastante com a imagem de leão. É possível que o primeiro ser vivente, o que se parecia com um leão, foi quem fez o anúncio: “Vem, e vê.” Em alguns manuscritos gregos, como o Textus Teceptus, o texto diz Erchou kai blepó. Erchou vem do verbo Erchomai, e quer dizer vir ou ir, Blepó significa olhar, ver, perceber, discernir. Outros manuscritos, como o Códex Alexandrinus, incluem apenas a palavra Erchou (“vem”). De qualquer forma, o ser vivente está chamando o cavalo branco e seu cavaleiro (mencionados no verso 2), e convidando João a ver a cena.

*** Cavalo Branco ***: Primeiro, precisamos considerar algumas coisas para podermos entender os resultados da abertura do primeiro selo.

- Onde e quem?: Um cavalo branco/cavaleiro “saiu vitorioso, e para vencer” (Apocalipse 6:2). A primeira coisa que precisamos saber é: onde foram para vencer? Quando soubermos para onde eles foram, vai ficar mais fácil identificar que grupo de pessoas eles queriam conquistar. O texto dá a entender claramente que o ser vivente que os chamou estava na sala do trono no Céu. Essa informação nos leva a pensar que, assim como os textos que lemos em Zacarias 1 e 6, o cavaleiro em Apocalipse está saindo do Céu, e indo para algum outro lugar. Por todo o livro de Apocalipse, o foco principal é revelar Cristo à humanidade caída. Desde a primeira visão, Cristo estava mostrando a João, Seu plano para resgatar Seu povo na Terra. Portanto, o cavaleiro e o cavalo branco estavam, muito provavelmente, indo para a Terra para conquistar as pessoas ali. Já que o cavaleiro foi enviado do Céu, sua missão deveria ser conquistar pessoas para Deus.

- Cor branca: a cor branca em Apocalipse está sempre relacionada com Jesus e Seus seguidores.

Jesus é descrito como tendo cabelo branco

Apocalipse 1:14

O vencedor recebe a promessa de uma pedra branca

Apocalipse 2:17

O vencedor irá receber vestes brancas

Apocalipse 3:4,5,18

Os 24 anciãos estão vestidos de branco

Apocalipse 4:4

Os mártires recebem vestes brancas

Apocalipse 6:11

O Filho do Homen está sentado em uma nuvem branca

Apocalipse 14:14

Jesus é o cavaleiro em um cavalo branco

Apocalipse 19:11

Exércitos seguindo Jesus estão em cavalos brancos, e vestidos de branco

Apocalipse 19:14

Deus irá se sentar em um trono branco no julgamento final

Apocalipse 20:11

- Natureza simbólica e profética: A natureza simbólica e profética desse cavaleiro e cavalo branco se torna clara após analisarmos as implicações de onde vem o cavaleiro, para onde ele está indo, e a importância da cor do cavalo. A interpretação literal da cena imediatamente após a abertura do primeiro selo não consegue abranger a profundidade do simbolismo apresentado. O objetivo do cavaleiro no cavalo branco está relacionado à mensagem incutida em todas as passagens que incluem a cor branca como fator de qualificação.

- As 3 principais interpretações: Existem diferentes opiniões a respeito de como interpretar o cavalo branco e o cavaleiro. 1) Literal: uma visão moderna é a interpretação literal. Nessa interpretação, o cavalo e cavaleiro seriam Partanos, que eram inimigos dos Romanos, e eram famosos pelos seus cavalos, arcos e flechas durante as guerras. O problema com essa interpretação é que não apresenta nenhum significado profético relacionado à conquista de pessoas para Deus. 2) O cavaleiro como sendo o anticristo: aqueles que propõem essa interpretação trazem bons argumentos, como os exemplos bíblicos onde o arco e flecha são usados como símbolos dos inimigos de Deus. Eles defendem essa ideia porque os outros cavaleiros trazem consigo pragas, e este também. Essa interpretação também não leva em consideração o fato de que o cavaleiro foi enviado do Céu com o objetivo de preparar conquistas para Deus. 3) Cavaleiro e cavalo como símbolo da pregação do Evangelho: Cristo foi quem selou a oportunidade de salvação e a tornou realidade quando Ele morreu na cruz. O Pentecostes, que como vimos, está ligado ao momento quando Cristo se assentou no trono juntamente com o Pai, e marcou o começo da pregação do Evangelho. A mensagem do Evangelho está claramente apresentada em todos os versos no livro de Apocalipse, onde a cor branca é mencionada. A Palavra de Deus se espalhou rapidamente após o Pentecostes, conquistando pessoas para o Reino de Deus. Essa visão parece ser a que mais se encaixa com os eventos que deveriam acontecer imediatamente após a ascensão de Cristo ao trono.

*** Um arco ***: O cavaleiro tinha um arco. O texto dá a entender que ele estava usando o arco como sua arma para conquistar o povo. Em Habacuque 3:8-9 e Salmo 45:3-5, vemos Deus em um cavalo, e um arco em Sua mão. Com Suas flechas, Ele perfura os corações (Salmo 45:5) e as cabeças (Habcuque 3:14) de Seus inimigos. Dessa maneira, Ele pode dar a eles um coração novo, e um novo entendimento se estiverem dispostos a deixar que Ele entre em suas vidas.

*** A coroa ***: O cavaleiro recebeu a coroa de vitória (stephanos). Essa é a coroa que foi prometida àquele que vencer, e o tipo de coroa que os 24 anciãos usam. O fato do cavaleiro já estar usando a coroa de vitória, indica que ele já venceu os desafios trazidos pelo pecado. João descreve esse momento na visão mencionada no capítulo 5. Quando Cristo subiu ao trono, apenas os 24 anciãos e Jesus possuíam a coroa de vitória. Em Apocalipse 19:11-12, Jesus é o cavaleiro do cavalo branco, mas nessa cena, Ele tem na cabeça a coroa real (diadema), e não a coroa de vitória. A razão dessa diferença é porque Apocalipse 19 mostra o momento triunfal da vitória de Cristo sobre Seus inimigos. Nesse ponto, Cristo será inegavelmente o governante do mundo, e então irá usar a coroa real. 1 Coríntios 15:24-25 diz: “Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força. Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.

*** Vitorioso, e para vencer ***: A palavra grega usada na expressão “vitorioso, e para vencer” é a mesma palavra usada para o vencedor, que foi mencionado nas sete cartas às igrejas da Ásia Menor (Apocalipse 3 e 4). O verbo nikaó quer dizer conquistar, superar, ser vitorioso, prevalecer, subjugar. Agora fica mais evidente que o cavalo branco e o cavaleiro representam a jornada de uma vida do vencedor quando aceita o chamado para ouvir o Espírito e seguir a Palavra de Deus. Esse processo começou no Pentecostes, e vai continuar até o tempo do fim do mundo. A mensagem do Evangelho se espalhou rapidamente durante o primeiro século. Desde então, esse processo nunca parou de conquistar. Jesus disse em Mateus 24:14: “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.

*** Visão Geral ***: Após considerar cada elemento descrito em Apocalipse 6:1-2, podemos ver que a conquista acontecendo no planeta Terra é a divulgação da Palavra de Deus, e a reação das pessoas quando elas ouvem a mensagem. Se elas aceitam a mensagem, elas iniciam a jornada do vencedor. Elas recebem um novo coração, e um novo entendimento. Mas, quem é esse cavaleiro? A Bíblia traz dois versos que nos ajudam a entender a resposta para essa pergunta. O Salmo 45:4 diz que Deus cavalga em Sua majestade, ou esplendor. Apocalipse 19:13 diz que Jesus “estava vestido de veste tingida com sangue; e o nome pelo qual se chama é A Palavra de Deus.” Jesus é a Palavra de Deus viva, indo adiante como o cavaleiro. Ele estava cavalgando na amplidão de sua majestade, porque o sangue que havia derramado na cruz proporcionou uma maneira para as pessoas poderem vencer o mundo, da mesma maneira que Ele o venceu.

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016