Saturday, 07 October 2017 08:53

84. A fonte da água faz diferença: Água Viva ou enxurrada de mentiras? * Apocalipse 12:12-17 - PARTE 1 de 2

Written by

12 Por isso alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo.

13 E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o filho homem.

14 E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente.

15 E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar.

16 E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a sua boca, e tragou o rio que o dragão lançara da sua boca.

17 E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao remanescente da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo.

 

PARTE 1

 

Antes de nos aprofundarmos no texto, detalhando cada palavra de cada verso, precisamos entender os elementos-chave nessa secção: os habitantes da terra e do mar, e a água como um rio saindo da boca da serpente. Apocalipse 12:12 nos diz que depois de ter perdido o governo do planeta para Cristo, o Diabo, com grande ira, dirigiu sua atenção para os “que habitam na terra e no mar”. A terra e o mar representam a totalidade do planeta, mas note que o alvo da ira de Satanás eram os habitantes. Mas quem são esses habitantes? Será que as pessoas da terra são diferentes das pessoas do mar? Apocalipse 12:12 não é o primeiro verso do livro que menciona os seres da terra e do mar.

Vimos uma referência específica a eles quando estudamos as trombetas. Então, vamos ver o que a Bíblia nos diz sobre quem são essas pessoas que habitam na terra e no mar:

- 1a. Trombeta (Apocalipse 8:7 - veja o estudo #52): “E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada.” Note que a calamidade caiu sobre a terra, mas o dano aconteceu com parte das árvores e a relva. Como vimos detalhes no estudo #52, as árvores e a a erva eram um símbolo do povo de Deus que rejeitou a Sua mensagem.

- 2a. Trombeta (Apocalipse 8:8-9 - veja o estudo #53): “E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar. E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus.” Aqui, a calamidade caiu sobre o mar e parte da vida marinha acabou morrendo. Este evento também teve um efeito sobre a economia como simbolizado pela destruição de uma parte dos navios. Discutimos esses versos extensivamente no estudo #53, e aprendemos que esse evento se refere à queda do Império Romano. O Império Romano ativamente se opunha e perseguia o povo de Deus durante os dias da Igreja primitiva.

Apocalipse 12:12 diz que o Diabo estava vindo com grande indignação para com o povo da terra e do mar. Em outras palavras, ele estava vindo para aqueles que rejeitaram a verdade e aqueles que se opunham a Deus. É evidente que Satanás está interessado em manter essas pessoas onde elas estão, no escuro, longe de Deus. O povo da terra e do mar já havia sido enganado. A ira de Satanás já havia caído sobre elas. Essas pessoas tinham abandonado os puros ensinamentos de Deus. E assim, as ações do dragão descritas em Apocalipse 12:12-13 passam a fazer mais sentido agora que temos esta informação em mente. O dragão então voltou sua atenção para a mulher que tinha dado à luz. A mulher ainda era fiel, e estava no lado de Deus. O dragão não estava feliz com a fidelidade da mulher para o Senhor. No estudo #80, vimos como a mulher, após o parto, se tornou um símbolo da Igreja cristã. Portanto, Satanás precisava encontrar uma maneira de atacar a Igreja, de enganá-la, assim como ele uma vez enganou a Eva.

Agora vamos ver o que a Bíblia nos diz sobre o outro elemento em nosso texto de estudo de hoje: a água. Apocalipse 12:15 diz: “E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar.” Satanás usou 'água' para atacar a mulher. Assim como 'mulher' simboliza a Igreja, 'água' também simboliza a arma que a serpente usou para atacar a Igreja.

- 3a. Trombeta (Apocalipse 8:10-11 - Estudo #54): “E o terceiro anjo tocou a sua trombeta, e caiu do céu uma grande estrela ardendo como a tocha, e caiu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas. E o nome da estrela era Absinto, e a terça parte das águas tornou-se em absinto, e muitos homens morreram das águas, porque se tornaram amargas.“ Aqui vemos o mesmo elemento 'água' de Apocalipse 12:15-16. Na terceira trombeta, as águas tornaram-se contaminadas. Como aprendemos no estudo #54, a água é um símbolo para a mensagem espiritual. Jesus é a fonte da água viva, mas as metas de Satanás são envenenar o fluxo da Verdade. Jesus disse: “Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre.” (João 7:38). Ele também disse em Apocalipse 21:6: “Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.“ O alimento espiritual vem da Água Viva espiritual, que mantém vivos os que aceitam a fonte da água: Jesus. Fontes de água representam os ensinamentos que podem enriquecer o crescimento espiritual de uma pessoa. É o conhecimento que vem da verdade. Por outro lado, o envenenamento espiritual é uma condição muito perigosa. As mentiras do dragão foram intencionalmente dirigidas à igreja, a fim de inundá-la com os ensinamentos que foram poluídos. Ao se combinar mentiras com a verdade surge uma mistura mortal. O envenenamento das águas resultou na escuridão espiritual vista na quarta trombeta (Apocalipse 8:12 - estudo #55).

Veja que a palavra ‘água’, no singular, é frequentemente usada para representar a fonte da água da vida, a mensagem de Cristo (João 4:14; Apocalipse 7:17; Apocalipse 21:6; Apocalipse 22:1, 17). Apocalipse 17:15 menciona ‘águas’, no plural, como símbolo de “povos, multidões, nações, e línguas”. Podemos ver a diferença do significado de ‘fonte de água’ e ‘águas'. Apocalipse 22:15 não deixa nenhuma dúvida a respeito da fonte usada para atacar a mulher. A arma que Satanás usou, e ainda usa contra a Igreja são suas mentiras persuasivas, que são o oposto da Água Viva que Jesus oferece. A água que sai da boca do dragão é uma água falsificada, que leva à condenação eterna. Cristo oferece a Água da Vida direto da fonte. Satanás oferece o rio da morte.

*** Visão Geral ***: Os ataques à Igreja são reais. A antiga serpente está procurando enganar o mundo inteiro, assim como ele fez com Eva. Mas não precisamos ter medo. Deus nos oferece o que precisamos para nos proteger das mentiras do inimigo. Jesus é o nosso verdadeiro representante, e Ele é a Água Viva. Cabe a nós aceitar o Seu presente da Verdade. Mesmo Satanás lutando contra a Igreja, as pessoas que rejeitam a verdade ou que se opõem a Deus não estarão fora do alcance das águas envenenadas do dragão. O planeta inteiro está sofrendo com suas mentiras (Apocalipse 12:9). Em Apocalipse 13, vemos dois poderes político-religiosos representados por uma besta que vem do mar e uma que vem da terra. Ambos são agentes do dragão e estão envolvidos em atividades satânicas destinados a enganar as pessoas. Apocalipse 12:13 é claro sobre a intenção do dragão, ele pretende enganar o mundo inteiro. Desde sua queda, ele está focado a perseguir a igreja cristã. Como veremos na parte 2 deste estudo, Deus tinha um plano para proteger seu povo. Mas, assim como o antigo Israel, a Igreja é livre para escolher de quem ela está disposta a receber ajuda e a quem ela está disposta a seguir. A partir de qual fonte de água vamos escolher beber? De Jesus ou da boca da serpente?

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016