Friday, 08 April 2016 20:13

8. Vestido para a ocasião * Apocalipse 1:12-20, Parte 1

Written by

12 Voltei-me para ver quem falava comigo. Voltando-me, vi sete candelabros de ouro

13 e entre os candelabros alguém "semelhante a um filho de homem", com uma veste que chegava aos seus pés e um cinturão de ouro ao redor do peito.

14 Sua cabeça e seus cabelos eram brancos como a lã, tão brancos quanto a neve, e seus olhos eram como chama de fogo.

15 Seus pés eram como o bronze numa fornalha ardente e sua voz como o som de muitas águas.

16 Tinha em sua mão direita sete estrelas, e da sua boca saía uma espada afiada de dois gumes. Sua face era como o sol quando brilha em todo o seu fulgor.

17 Quando o vi, caí aos seus pés como morto. Então ele colocou sua mão direita sobre mim e disse: "Não tenha medo. Eu sou o primeiro e o último.

18 Sou aquele que vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Hades.

19 "Escreva, pois, as coisas que você viu, tanto as presentes como as que estão por vir.

20 Este é o mistério das sete estrelas que você viu em minha mão direita e dos sete candelabros: as sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete candelabros são as sete igrejas ".


Considerações Gerais


Aqui nós temos a descrição do Cristo glorificado. Essa é uma descrição de Cristo muito parecida com a que vemos no livro de Daniel, com apenas algumas diferenças. Vamos comparar esse trecho de Apocalipse com Daniel * 10:5-12, e com alguns outros textos bíblicos. Veja a figura com a tabela de versos.

 

Temos bastante conteúdo nesses 8 versos. Então vamos estudar essa sessão em 3 partes. Parte 1: Apocalipse 1:12-13; Parte 2: os versos 14, 15, 16, e 20; e Parte 3: os versos 17-19.

 

PARTE 1 - Apocalipse 1:12-13


*** Sete candelabros ***: a palavra em grego para "candelabros" é lychnias. No novo testamento, vemos essa palavra sendo usada em referência à igreja, que são os seguidores de Cristo: "Vós sois a luz do mundo". É de se esperar que lâmpadas sejam colocadas em pedestais para trazer luz a todos na casa (Mateus 5:14-16; Marcos 4:21; Lucas 8:16; Lucas 11:33). A palavra lychnia também é usada em Hebreus 9:1-5, onde lemos uma breve descrição do tabernáculo terrestre, que foi montado pela primeira vez no tempo de Moisés. O candelabro é um dos objetos no primeiro cômodo do tabernáculo. Então, vamos para o Antigo Testamento e ver o que mais podemos aprender sobre o assunto. A palavra hebraica usada para "candelabro" é mə·nō·raṯ, ou como falamos hoje, menorah. Êxodo 25:31-39 traz a descrição desse candelabro de sete lâmpadas. Um dos trabalhos dos sacerdotes era manter a luz dessas lâmpadas acesa continuamente (Êxodo 27:20-21). Na visão de Zacarias 4, também vemos a descrição de um candelabro de sete lâmpadas, que eram "os olhos do Senhor, que sondam toda a terra". Quando estudamos Apocalipse 1:4, vimos os "sete espíritos do Senhor diante do trono" (do mesmo modo que o candelabro dourado), pronto para começar Suas atividades na Terra. Aqui, em Apocalipse 1:12, Jesus está andando por entre as sete lâmpadas, que são as sete igrejas para as quais João está escrevendo essa mensagem (Apocalipse 1:20). Já que a igreja é a "luz do mundo", e já que uma luz escondida ou apagada é inútil, podemos entender que as chamas de todas as lâmpadas estão acesas. Isso indica que o trabalho do Espírito Santo na Terra, mais especificamente na igreja, ainda está acontecendo, e que a presença de Cristo ainda pode ser sentida entre os candelabros. O menorah tem uma base e sete ramos. Nesse trecho de Apocalipse, vemos a descrição de sete candelabros individuais, que são as igrejas. Então nos perguntamos, onde está a base? A base das igrejas, ou candelabros, é Cristo. Ele é a pedra angular da igreja (Efésios 2:19-21). Ele está nessa cena, caminhando por entre Suas igrejas. Naturalmente, vemos apenas candelabros individuais.

*** Semelhante a um filho de homem ***: essa expressão é vista em Daniel * 7:13-14, quando Daniel está falando sobre a visão de "alguém, semelhante a um filho de homem, vindo com as nuvens do céu". Jesus frequentemente se referia a si mesmo como "o Filho do Homem" (Mateus 24:30, 37, 39, 44; 26:46; Marcos 14:21, 62; Lucas 19:10). Agora fica claro que Jesus é quem está caminhando por entre os candelabros.

*** Com uma veste que chegava aos pés ***: o original em grego fala que "alguém semelhante a um filho de homem "estava vestido" (endedymenon) "até os pés" (podērēs). A palavra hebraica para esse tipo de roupa é meil. No Velho Testamento vemos o "meil" sendo usado pelo sumo sacerdote (Êxodo 28:31; Êxodo 29:5), rei Saul (1 Samuel * 24:4; 11), príncipe Jonatas (1 Samuel * 18:4), rei Davi e sacerdotes Levitas (1 Crônicas 15:27). Então, aqui, vemos Jesus, após a sua ressurreição, usando roupas reais e sacerdotais. Essa descrição define claramente o papel de Cristo no Céu como Rei e Sacerdote.

*** Cinturão de ouro ***: de acordo com o dicionário, a palavra cinturão é definida como "Cinta larga , normalmente feita de couro, que se traz à cintura para segurar as armas e os cartuchos." O cinturão tem um sentido de ordem militar. Em grego a palavra é zōnēn e em hebraico, abnet. No Velho Testamento, vemos homens de prestígio (1 Samuel * 18:4) e sacerdotes (Levítico 8:7) usando um cinturão. Êxodo 28:2, 4 diz que esta peça de roupa mostra que "dignidade e honra" são dadas àquele que a usa. Em Isaías 22:20-23 nós lemos que o Senhor irá vestir Eliaquim com um manto e cinturão (abnet), e dar para ele "a chave do reino de Davi". "O que ele abrir ninguém conseguirá fechar, e o que ele fechar ninguém conseguirá abrir". Isso significa que o Senhor iria dar a Eliaquim autoridade completa sobre Jerusalém e Judá como representante do rei. O texto fala que Eliaquim seria "como pai" para o povo de Deus, que ele se tornaria "para o reino de seu pai um trono de glória". Em Isaías 11, lemos uma profecia messiânica sobre o descendente de Jessé. O verso 5 explica que "A retidão será a faixa de seu peito, e a fidelidade o seu cinturão." Tanto na visão de Daniel * 10 e Apocalipse 1, Jesus está usando um cinturão dourado. No texto original em hebraico, Daniel descreve o cinturão como sendo "puro". É o melhor cinturão que alguém jamais poderia usar. O cinturão dourado de Cristo está acima de qualquer cinturão feito por mãos humanas usado por qualquer outra pessoa. Agora podemos entender melhor o significado das vestes longas e do cinturão em Apocalipse 1:13 como indicação da autoridade absoluta de Cristo sobre Seu povo.

*** Visão Geral ***: em Levítico 26:12, vemos a promessa de Deus ao povo de Israel: "Andarei entre vocês e serei o seu Deus, e vocês serão o meu povo". Em Apocalipse 1:13, vemos Jesus andando por entre os sete candelabros. A promessa de que Ele andaria entre Seu povo ainda é válida. A igreja é Seu reino, e Ele é o seu Deus. Ele está caminhando entre eles como "um filho de homem", e por isso Ele entende os problemas e sofrimentos humanos. Ele é como um filho de homem, em outras palavras, alguém com aparência humana porque Ele veio e viveu como humano, teve seu ministério na Terra, e morreu para libertar a humanidade. Mas como vemos nessa descrição de Cristo, Ele ressuscitou e já não é mais um carpinteiro humilde de Nazaré. Não é mais o corpo desfigurado e ensanguentado pendurado na cruz que João viu de perto no Calvário. Jesus está glorificado - vestido como um puro, justo, fiel, e todo-poderoso Rei e Sacerdote.

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016