Saturday, 12 August 2017 14:42

77. Duas testemunhas: moradores da Terra, hora de se arrepender * Apocalipse 11:13-14 - Parte 6 de 6

Written by

13 E naquela mesma hora houve um grande terremoto, e caiu a décima parte da cidade, e no terremoto foram mortos sete mil homens; e os demais ficaram muito atemorizados, e deram glória ao Deus do céu.

14 É passado o segundo ai; eis que o terceiro ai cedo virá.

 

Parte 6

 

*** Um Grande Terremoto ***: Em Apocalipse 11:13, vemos um terremoto capaz de destruir a décima parte da cidade, matando 7.000 homens. Existem dois outros tremores de terra mencionados no livro de Apocalipse que parecem estar relacionados com o de Apocalipse 11:13: um durante o sexto selo (Apocalipse 6:12) e um em Apocalipse 16:18. Com base na linguagem do texto, o terremoto mencionado em Apocalipse 6:12 parece se referir a um terremoto real (veja o estudo de #43 para uma explicação detalhada). O terremoto mencionado em Apocalipse 16:18 é diferente de qualquer outro terremoto visto antes. A reação das pessoas descrita em Apocalipse 11:13 (dando glória a Deus) é exatamente o oposto ao que vemos em Apocalipse 6: 15-16 e Apocalipse 16: 21, onde se escondem e blasfemam contra Deus.

 

Apocalipse 11:13
Apocalipse 6:12-17
Apocalipse 16:18-21
Um grande terremoto
Um grande terremoto
Um grande terremoto
A décima parte da cidade caiu
todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares
A grande cidade foi dividida em três partes, e as cidades das nações caíram
7000 homens foram mortos
quem será capaz de resistir no dia da sua ira?
Uma grande saraiva caiu do céu sobre os homens
Os demais ficaram atemorizados, e deram glória ao Deus do céu
Os homens se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas, querendo fugir daquele que está assentado no trono.
Os homens blasfemaram contra Deus

 

Ao contrário do que vemos em Apocalipse 6:12-17, a descrição do terremoto em Apocalipse 11:13 não foi escrita como uma comparação entre o real e o símbolo. Em Apocalipse 11:13, João está fazendo uma declaração sobre o terremoto que afeta a grande cidade sem usar palavras comparativas tais quais a palavra 'como'. Esta forma direta da escrita nos leva a crer que o foco da mensagem aqui é espiritual e não literal. O grande terremoto poderia ser a representação espiritual do tremor de terra real mencionado em Apocalipse 6:12-17. A agitação espiritual seria tão grave que teria poderes extremamente destrutivos.

*** Décima parte da cidade destruída ***: No Antigo Testamento, Deus usou a força dos terremotos como um símbolo da Sua presença entre as pessoas e como isso poderia afetá-los (Ezequiel 38:19-20; Joel * 2:10-11; Amós 8: 8; Ageu 2:4-7). Apocalipse 11:13 nos diz que o terremoto destruiu a décima parte da cidade. A primeira pergunta que vem à mente é: qual grande cidade? A resposta é encontrada no meio do estudo sobre as duas testemunhas, apenas alguns versos antes. A Bíblia nos diz que a grande cidade é uma referência à cidade “que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o nosso Senhor também foi crucificado” (Apocalipse 11:8). Vimos no estudo # 74 que Sodoma e Egito são símbolos para a maldade das pessoas. A sua imoralidade espiritual e auto-importância as impediu de aceitar que tinham necessidade de ter um salvador. A imoralidade espiritual (Sodoma) refere-se a infidelidade do povo, quando substituem Deus e Sua Verdade por outras formas de culto não especificados por Deus. A auto-importância (Egito) refere-se a elevação do Próprio Eu acima Deus, quando as pessoas abandonem uma vida centrada em Deus por uma vida onde o Próprio Eu é o núcleo. Mais tarde, a grande cidade é mencionada em Apocalipse como Babilônia, como um símbolo de uma potência mundial ímpia, que enganava as nações (Apocalipse 14:8; Apocalipse 16:19; Apocalipse 17:5; Apocalipse 18:2,4,10,21 ).

Lemos em Apocalipse 11:13 que o terremoto provocou uma destruição parcial da grande cidade. Apenas um décimo foi destruído. O terremoto em Apocalipse 16:18-19 dividiu a grande cidade em três partes, fazendo com que as cidades das nações entrassem em colapso. O terremoto em Apocalipse 6:12-17 fez com que as ilhas e as montanhas fossem movidas de seus lugares. A presença de Deus sempre deixa uma marca e as coisas não continuam sendo as mesmas de antes. A destruição da décima parte da cidade implica que os outros noventa por cento dos ímpios da cidade não foram afetados. Isso nos diz que esta ainda não é a destruição final de Deus sobre aqueles que rejeitaram a Cristo. Mesmo que apenas uma parte da cidade tenha destruída, os efeitos do terremoto tiveram um importante impacto espiritual, como veremos mais tarde. Esta é outra razão para entendermos esse terremoto como um evento espiritual.

*** Sete mil homens foram mortos ***: O número sete é importante em toda a Bíblia. Vemos esse número de Gênesis, com a história da criação, até Apocalipse. Em Apocalipse, vemos sete castiçais, sete estrelas, sete igrejas, sete selos, sete trombetas, sete trovões, sete anjos, sete taças, e sete últimas pragas. Como vimos no estudo #11, o número 7 é um número que tem a ver com integridade, plena restauração, purificação completa, vitória, e com as coisas que são abençoadas e santificados por Deus. É um símbolo da perfeição de Deus. O terremoto teve um grande impacto sobre os habitantes da grande cidade. Sete mil morreram. Se estamos à procura de uma perspectiva espiritual, podemos entender que eles morreram espiritualmente. Em outras palavras, eles mantiveram as suas mentes permanentemente contra a Verdade de Deus. O número sete mil era uma representação perfeita, completa e plena das pessoas que rejeitaram a Deus. Este número representa o inverso do 7000 fiéis mencionados na história de Elias (1 Reis 19:18). Na história de Elias, os 7000 representaram a totalidade dos que tinham permanecido ao lado de Deus.

*** O que aconteceu com os demais? ***: Mais de sete mil pessoas estavam vivendo na grande cidade. O terremoto teve um impacto significativo sobre as vidas daqueles que não morreram espiritualmente. Os que sobreviveram ao tremor passaram por uma experiência completamente diferente. Eles reconheceram a supremacia de Deus, ao invés de rejeitá-Lo. Eles passaram a temer Sua presença, no sentido de que eles passaram a respeitar a autoridade de Deus. Tanto é que renderam glória a Ele (Apocalipse 11:13). Esta reação nos faz lembrar da experiência descrita em Daniel * 4:28-37, quando o rei Nabucodonosor passou por 7 anos vivendo como um animal. Ao final da sua tribulação, ele foi capaz de reconhecer a soberania de Deus, e disse: “e eu bendisse o Altíssimo, e louvei e glorifiquei ao que vive para sempre, cujo domínio é um domínio sempiterno, e cujo reino é de geração em geração." (Daniel * 4:34).

*** Fim do segundo ai ***: A passagem em Apocalipse 11:13 anuncia a presença de Deus através da pregação da Sua mensagem. É interessante notar que a presença de Deus foi sentida na Terra, mesmo esse terremoto tendo acontecido antes da Segunda Vinda. Como vemos em Apocalipse 11:14, o terremoto mencionado em Apocalipse 11:13 acontece antes do soar da sétima trombeta. O primeiro e segundo ais se referem ao soar da quinta e sexta trombetas. Isto significa que os eventos do segundo ai terminam com a proclamação do Evangelho por toda a Terra. Jesus disse em Mateus 24:14: “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim“. Como vimos no estudo #65, o soar da sétima trombeta (terceiro ai) nos leva à Segunda Vinda de Jesus.

*** Visão Geral ***: Seguindo a ordem de eventos que levaram ao fim da história mundial, como descrito por Jesus em Mateus 24:14, o primeiro item da lista é a pregação do Evangelho a todas as nações. Esta ordem também é vista na mensagem dos três anjos, descrita em Apocalipse 14:6-13. O anjo tem o Evangelho na mão, para pregar aos incrédulos. A chamada que o anjo faz às nações forma um paralelo com a reação daqueles que sobreviveram ao terremoto de Apocalipse 11:13. Apocalipse 14:6-7 diz: "E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar aos que habitam sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas". Não há tempo a perder. O destino daqueles que rejeitarem esta chamada é a morte espiritual e, consequentemente, morte eterna. Agora é a hora para nos arrependermos, temer a Deus e dar-Lhe glória.

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016