Saturday, 01 July 2017 12:39

72. Duas testemunhas: vestidas de saco * Apocalipse 11:3-6 - Parte 1 de 6

Written by

3  E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco.

4  Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra.

 

Parte 1

 

*** Duas testemunhas vestidas de saco ***: A mesma voz do Céu continuou falando com John na visão (veja os estudos # 70 e # 71). A voz tinha o poder de mandar João medir o templo, o altar, e os adoradores, e para não medir o átrio exterior (Apocalipse 11:1-2). Ele também tinha o poder de autorizar duas testemunhas a profetizarem por um tempo muito longo (Apocalipse 11:3). John continuou a receber uma mensagem diretamente de Deus, mencionando duas testemunhas. Mas quem são elas?

- O que elas fazem?: As duas testemunhas não parecem ter o poder por conta própria para realizar a missão de Deus. Elas são capazes de seguir em frente com a tarefa porque esse é o plano de Deus. As duas testemunhas foram enviadas para profetizar, assim como João havia sido ordenado no início da visão (Apocalipse 10:11). Como vimos no estudo # 69, a palavra profetizar significa "'pregar' fortalecido pelo poder divino prenunciando, profetizando". Essa é a primeira pista que temos para nos ajudar a identificar as duas testemunhas: elas pregam a mensagem de Deus, através da inspiração divina.

- O que elas vestem?: De acordo com Apocalipse 11:3, as duas testemunhas estão vestidas de saco. A palavra 'saco' foi usada anteriormente em Apocalipse 6:12 para descrever o escurecimento do sol. Nessa comparação, podemos ver que saco era um tecido escuro feito de pelos humanos e de animais. Não é de surpreender que o pano de saco ou roupa peluda era o vestuário típico dos profetas na Bíblia (Isaías 20: 2; Zacarias 13:4; 2 Reis 1:8; Mateus 3:4). Essa roupa também era usada como um símbolo de arrependimento, amargura, e humildade diante de Deus (1 Reis 21:27; 2 Reis 19:1; Isaías 37:1-2; Daniel * 9:3; Joel * 1: 8; Jonas 3:5 -8). A roupa das duas testemunhas sugere que elas têm um papel profético. Elas carregam uma mensagem de Deus. E como os profetas da Bíblia, elas sofrem muito em sua missão, muitas vezes perseguidos, rejeitados, e mortos.

- Duração do seu testemunho enquanto vestidas de saco: Mais uma vez, vemos esse período profético dos 1260 dias. Este é o mesmo período que vimos em Apocalipse 11:2, quando o povo de Deus sofreria opressão nas mãos daqueles que não seguem a Verdade de Deus (veja os estudos #16, #20, #68 e #71 para uma explicação mais aprofundada). Esse período corresponde à Idade Média, um tempo em que o povo fiel de Deus sofreu terrivelmente.

*** As duas testemunhas são as duas oliveiras e dois castiçais ***: Apocalipse 11:4 nos dá um outro aspecto das duas testemunhas, para nos ajudar a identificá-las de forma mais clara. Este texto é uma referência à visão descrita em Zacarias 4. Na visão de Zacarias, ele viu um candelabro e duas oliveiras. As oliveiras eram os "dois ungidos, que assistem junto ao Senhor de toda a terra." (Zacarias 4:14). O sumo sacerdote Josué (Zacarias 3:1), e Zorobabel, o governador de Judá (Zacarias 4:6) representavam os dois ungidos. Estes dois homens estavam envolvidos na restauração do templo em Israel (Esdras 5:2; Zacarias 4:9; Ageu 2:2; Zacarias 4:9-10). As sete lâmpadas na visão de Zacarias eram os "os olhos do Senhor, que percorrem por toda a terra" (Zacarias 4:10). A Palavra de Deus a Zorobabel era a seguinte: "Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos" (Zacarias 4:6). Na visão de Zacarias, vemos que a restauração do templo teria que ser feita através da colaboração de dois líderes humanos: o sumo sacerdote e o governador. Um representa a liderança espiritual, e o outro representa o rei. Eles não estavam procurando satisfazer seus próprios desejos egoístas. Eles estavam seguindo as instruções de Deus. Na visão, eles são um símbolo daquilo que Deus espera de Seu povo: que eles se tornam reis e sacerdotes no serviço do Senhor. Agora que entendemos a referência de Zacarias 4, podemos ver que Apocalipse 11:4 descreve ainda um outro aspecto das duas testemunhas: o seu papel como rei e sacerdote (Apocalipse 1:6; Apocalipse 5:10), e objetivo de restauração da Verdade de Deus ao testemunharem pregando o Evangelho a todo o mundo.

*** Por que duas testemunhas? ***: A tradição judaica exigia que no mínimo duas a três testemunhas confirmassem uma ocorrência para que o testemunho pudesse ser considerado verdadeiro (Deuteronômio 19:15; Deuteronômio 17:6; Números 35:30; Mateus 18:16; João 8:17 ; 2 Coríntios 13:1; 1 Timóteo 5:19; Hebreus 10:28). É por isso que Jesus enviou os discípulos a pregar o Evangelho em grupos de dois (Marcos 6: 7; Lucas 10: 1). Esta prática continuou também durante a igreja primitiva (Atos 13: 2; Atos 15:39-41).

*** Quem são as testemunhas de acordo com a Bíblia? ***: Existem vários pontos de vista sobre este assunto. É importante lembrar que apenas os pontos de vista que estão de acordo com a Bíblia devem ser tomados como verdade. Vamos ver o que a Bíblia tem a dizer sobre quem ela considerado como testemunhas de Deus:

- 1 João 5:7-12 - A Trindade, e aqueles que acreditam que a vida está em Jesus: "Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num. Se recebemos o testemunho dos homens, o testemunho de Deus é maior; porque o testemunho de Deus é este, que de seu Filho testificou. Quem crê no Filho de Deus, em si mesmo tem o testemunho; quem a Deus não crê mentiroso o fez, porquanto não creu no testemunho que Deus de seu Filho deu. E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida."

- Apocalipse 1:5 - Jesus Cristo: "E da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dentre os mortos e o príncipe dos reis da terra. Àquele que nos amou, e em seu sangue nos lavou dos nossos pecados"

- João 5:39 - as Escrituras: “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam”.

- Lucas 24:27, 44 - Moisés e os profetas, e os Salmos: "E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras." "E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos."

- Apocalipse 1:2, 9 - O livro do Apocalipse contém a Palavra de Deus e o testemunho de Jesus: "O qual testificou da palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Cristo, e de tudo o que tem visto." "Eu, João, que também sou vosso irmão, e companheiro na aflição, e no reino, e paciência de Jesus Cristo, estava na ilha chamada Patmos, por causa da palavra de Deus, e pelo testemunho de Jesus Cristo"

- João 15:27 - Os discípulos: "E vós também testificareis, pois estivestes comigo desde o princípio."

- Lucas 24: 46-48 - Os discípulos: "E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos, E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém. E destas coisas sois vós testemunhas."

- Atos 2:32; Atos 3:15 - Aqueles que testemunharam a morte e ressurreição de Cristo: "Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos nós somos testemunhas." "E matastes o Príncipe da vida, ao qual Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas."

- Atos 1:8; Atos 5:32 - A igreja: "Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra." "E nós somos testemunhas acerca destas palavras, nós e também o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem."

*** Visão Geral ***: As duas testemunhas trazem uma mensagem que está garantida ser verdadeira. Elas vêm de uma maneira humilde mas com uma mensagem corajosa, assim como vinham os profetas na Bíblia. Sua mensagem tem o objetivo de trazer as pessoas de volta a Deus. Eles fazem isso em sua capacidade de sacerdote e rei no serviço do Senhor. A Bíblia nos diz que Deus tinha suas testemunhas desde o início dos tempos. As duas primeiras testemunhas são parte da Trindade. Os três membros são testemunhas um do outro (João 3:16; João 15:8; João 16:7-8; Mateus 17: 5; João 5: 36-37; 1 Coríntios 2:12; João 15:26; 1 João 4:2; 1 João 2:23; Romanos 8:14-15). A próxima referência bíblica como testemunha de Deus é a própria Bíblia, através dos livros da lei, os livros dos Profetas e os Salmos. Estes compunham a Bíblia nos tempos antigos. Do ponto de vista de João, ainda não havia o Novo Testamento. É importante compreender claramente que para nós hoje, vivendo nos tempos modernos, podemos incluir os ensinamentos do Novo Testamento como sendo uma testemunha, por ser a própria descrição do ministério do Messias na Terra. A Igreja é a próxima testemunha, mencionada na Bíblia, representada pelos discípulos, João, e aqueles que testemunharam a morte e ressurreição de Jesus. Para resumir, temos aqui três testemunhas: Deus, a Bíblia, e a Igreja. Apocalipse 1:3 começa por dizer que Deus "dará poder a [Suas] duas testemunhas". E esta é a grande pista que precisávamos para saber quem são as duas testemunhas mencionadas em Apocalipse 11: A Bíblia e a Igreja. Sem o poder de Deus, a Igreja seria incapaz de levar a diante a mensagem contida na Bíblia. Sem o poder de Deus, não poderia haver a compreensão da mensagem contida na Sua Palavra. A mensagem seria apenas tinta nas páginas de um livro. As duas testemunhas devem andar unidas, como uma unidade, levando a Palavra de Deus "até aos confins da terra" (Atos 1:8). Elas têm o mesmo propósito: restaurar a Verdade de Deus.

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016