Saturday, 24 June 2017 14:57

71. A medição: pisoteados por quarenta e dois meses * Apocalipse 11:2 - Parte 2 de 2

Written by

2  E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses.

 

PARTE 2

 

*** O Átrio Externo ***: Nas medidas anotadas por Ezequiel, vemos a menção a um pátio interior e um exterior (Ezequiel 40:17,19,27,44; Ezequiel 42:1,3,7-9). No tempo de João, o templo havia passado por algumas renovações desde a reconstrução descrita por Ezequiel, mas também continha esses dois átrios. O átrio interior era dividido em três áreas: o Átrio das mulheres, o átrio dos israelitas e o átrio dos sacerdotes. O átrio exterior era o átrio dos gentios. Os gentios não eram israelitas e só podiam entrar até a parte do átrio exterior. Havia alí uma barreira demarcando os limites daquela área. Qualquer gentio que ultrapassasse esses limites iria sofrer a pena de morte. Apocalipse 11:2 diz que o átrio exterior tinha sido dado aos gentios, ou às nações como algumas versões dizem. O versículo diz que este átrio fica do lado de "fora do templo". Este é um contraste ao lugar onde o povo de Deus está: os adoradores estão dentro do templo (Apocalipse 11:1).

*** Não meça ***: Em Apocalipse 11:1, João foi chamado para medir o templo de Deus, o altar e os adoradores. No versículo 2, ele recebe a ordem para não medir o átrio exterior porque este tinha sido dado aos gentios. Quando Ezequiel presenciou a medição do templo em sua visão, Deus disse: "Assim diz o Senhor DEUS: Nenhum estrangeiro, incircunciso de coração ou incircunciso de carne, entrará no meu santuário, dentre os estrangeiros que se acharem no meio dos filhos de Israel." (Ezequiel 44:9). Note que Deus qualificou o estrangeiro: "incircunciso de coração ou incircunciso de carne". Esses são os não-crentes. Trazendo este conceito para o versículo de Apocalipse 11:2, podemos entender que as nações ou gentios ali mencionados, são os que não acreditam verdadeiramente na mensagem de Deus. Estão em oposição ao povo de Deus. Eles não têm uma verdadeira conexão com Deus. Como vimos no estudo #70, a medição tem a ver com a ligação que Deus fez e ofereceu a seus seguidores. As "nações" não estão procurando ter uma ligação com Deus, e por isso não podem fazer parte da medição. Apocalipse 21:15-17 também nos dá as medidas de um outro edifício. A Nova Jerusalém foi medida com uma vara de ouro (Apocalipse 21:15). A Nova Jerusalém é onde Deus irá morar na Nova Terra. Neste sentido, a Nova Jerusalém é um símbolo para o templo de Deus na Nova Terra (Apocalipse 21:2-3). Quem poderá entrar são os "que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro" (Apocalipse 21:27). "Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas." (Apocalipse 22:14). Do lado de fora dos limites da cidade estão aqueles que decidiram fazer exatamente o oposto. A Bíblia diz: "Mas, ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira." (Apocalipse 22:15).

*** Pisarão por quarenta e dois meses ***: No Antigo Testamento, a expressão "pisotear" ou "pisar" era usada para se referir à opressão que povo de Deus sofreria sob o domínio do inimigo: "Só por um pouco de tempo o teu santo povo a possuiu; nossos adversários pisaram o teu santuário." (Isaías 63:18. Veja também Jeremias 12:10). Também vemos essa expressão no livro de Daniel (Daniel 7:7,19,23), e nas palavras de Jesus (Lucas 21:24). Vemos também a oposição ao povo de Deus em Apocalipse 13:1-10. Existe uma ligação muito forte entre as passagens em Daniel e Apocalipse a respeito do pisar sobre o povo de Deus. Todos esses versos mencionam que essa opressão duraria quarenta e dois meses. Como já dissemos muitas vezes em estudos anteriores, em profecia, o tempo deve ser entendido de forma diferente, onde 1 dia profético = 1 ano literal (Ezequiel 4:6,7; Números 14:34; Levítico 25:8; veja também os estudos #16, #20 e #68 para obter uma explicação mais detalhada). Vamos comparar algumas das passagens envolvendo o pisoteamento do povo de Deus pelos gentios.

 

 
Daniel * 7 e 12
Lucas 21
Apocalipse 11
Apocalipse 12
Apocalipse 13
O pisoteamento Um poder que "consumirá os santos do Altíssimo" (Daniel * 7:25) "e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem." (Lucas 21:24) "e pisarão a cidade santa" (Apocalipse 11:2) O dragão "perseguiu a mulher" (Apocalipse 12:13)
" E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação." (Apocalipse 13:7)
 
"E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu." (Apocalipse 13:6)
Duração
"os santos lhe serão entregues na mão por um tempo, e tempos, e metade de um tempo." (Daniel * 7:25).
 
"isso seria para um tempo, dois tempos, e metade de um tempo. E quando tiverem acabado de despedaçar o poder do povo santo, cumprir-se-ão todas estas coisas." (Daniel * 12:7)
"até que os tempos dos gentios se completem" (Lucas 21:24) "quarenta e dois meses" (Apocalipse 11:2) "para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente." (Apocalipse 12:14)
"e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses."
(Apocalipse 13:5)
Quem está pisoteando "um quarto reino na terra, o qual será diferente de todos os reinos; devorará toda a terra, e a pisará aos pés, e a fará em pedaços" (Daniel * 7:23) "os gentios" (Lucas 21:24) "os gentios" (Apocalipse 11:2) Fugindo "da vista da serpente"(Apocalipse 12:14)
A besta que emerge do mar (Apocalipse 13:1-10)
 
"E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação." (Apocalipse 13:7)

 

*** Aplicação Profética ***: Em Lucas 21:24, Jesus estava se referindo à destruição permanente de Jerusalém no ano 70 AD, e também ao que iria acontecer durante o fim dos tempos. Ele traçou um paralelo entre os dois eventos. Quando comparamos todos estes versículos de Daniel, Lucas e Apocalipse, podemos ver que o povo de Deus são aqueles a quem Deus considera como sendo cidadãos do Céu. Aqueles a quem Ele fez "reis e sacerdotes" (Apocalipse 1:6; Apocalipse 5:10). O Seu povo é a Sua Igreja, simbolizada pela mulher que estava sendo perseguida pela serpente, a qual também é conhecida como Satanás (Apocalipse 12:7, veja também Apocalipse 12:9). Apocalipse 13:6 lança uma luz sobre a natureza do pisoteamento: "E [a besta que emerge do mar] abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu". Como veremos mais adiante em Apocalipse, a besta que emerge do mar é um poder político-religioso que engana todo o mundo e prega uma mensagem contrária à verdade de Deus. Esta entidade é capaz de fazer isso porque tem poder "sobre todas as tribos e línguas e nações" (Apocalipse 13:7). Em outras palavras, este poder controla o "gentios", e está sob a direção de Satanás. A Bíblia diz que Satanás engana o mundo inteiro (Apocalipse 12:9). Comparando esta besta que emerge do mar com a passagem em Daniel * 7:23, podemos ver que esse poder está relacionado com o quarto reino, que seria "diferente de todos os reinos; e devorará toda a terra, e a pisará aos pés, e a fará em pedaços". Quando estudamos Daniel * 2 (estudo #3), vimos que o quarto reino foi o Império Romano, que foi representado pelas pernas de ferro. O Império Romano nunca foi realmente derrotado, como vemos nos livros de história. O Império Romano foi de uma certa forma, diluído ou dividido. E é exatamente isso que vemos retratado em Daniel * 2: os pés e dedos de ferro misturado com barro (Daniel * 2:41-43). O poder político-religioso pisoteando o povo de Deus é um poder liderado por Satanás e que tem raízes no Império Romano.

Este período profético de quarenta e dois meses é um período literal de mais de 1200 anos conhecido como a Idade Média, quando os cristãos sofreram terrivelmente. A Bíblia não era um livro permitido ao povo durante esses anos. O tempo profético de 42 meses ou 1260 anos literais aponta para a Idade Média, mas é uma referência para outros períodos de 42 meses mencionados na Bíblia. Dessa forma, podemos ver em contexto, o comportamento dos gentios e o comportamento do povo de Deus durante este período:

- Elias: anunciou que um período de seca que duraria 42 meses (3,5 anos) cairia sobre a nação se Israel. A seca aconteceria devido à apostasia da liderança do povo de Deus (rei Acabe). Acabe levou o povo à idolatria e para longe dos ensinamentos de Deus. Poucos continuaram a ser fiéis. Assim como a mulher de Apocalipse 12, eles tiveram que fugir para o deserto ou se esconder em cavernas.

- Jesus: Seu ministério durou cerca de 3,5 anos. Ele enfrentou muito sofrimento e perseguição pela liderança dos judeus, por causa da pregação da verdade. Ele foi fiel até a morte - que é a forma como Ele venceu e pode se assentar no trono do Pai (Apocalipse 3:21). Mas os líderes da nação judaica foram contra os ensinamentos de Jesus e não O receberam como o Messias (João 1:11; Mateus 26:57-68).

*** Visão Geral ***: Tanto no tempo de Elias, quanto durante o ministério de Jesus na Terra, a liderança do povo de Deus passou a fazer um trabalho contrário aos ensinamentos de Deus. Isso não quer dizer que a liderança de uma igreja local é inevitavelmente ímpia. As referências apontam para a liderança como um sistema. Quando o sistema que deveria seguir os mandamentos de Deus se afasta das instruções Divinas, automaticamente ele se alinha com inimigo de Deus e começa a fazer o trabalho de Satanás. Os fiéis seguidores dos mandamentos de Deus são a verdadeira igreja. Sua Igreja não é feita de pessoas carregando um título que atesta a legitimidade da igreja. O que conta não é dizer que são a igreja de Deus, mas sim viver realmente a verdade de Deus com sinceridade. A igreja fiel no tempo de Elias, e também no tempo antes da morte de Jesus, não estava representada pela liderança do povo. Qualquer pessoa ou qualquer sistema que não se encontre de acordo com a vara divina de medir, Deus o considera como sendo pagão: aqueles que habitam sobre a terra (Apocalipse 13:8; Apocalipse 17:8). E eles serão encontrados fora do templo de Deus, no átrio exterior. Os cidadãos do reino de Deus devem realmente ser confortados pela medição, porque Jesus só irá levar Consigo os verdadeiros adoradores de Deus. Somente eles irão poder entrar dentro templo de Deus no Céu.

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016