Saturday, 20 May 2017 08:00

66. O pequeno livro: o anjo forte * Apocalipse 10:1-7- Parte 1 de 3

Written by

1 E vi outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo;

2 E tinha na sua mão um livrinho aberto. E pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra;

3 E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes.

 

Parte 1 - Apocalipse 10:1-3

 

*** Contexto Geral ***: Como mencionamos antes, a sétima trombeta não ocorre imediatamente após a sexta. Existe uma pausa entre a sexta e a sétima trombetas, assim como vimos umintervalo entre o sexto e o sétimo selos. Cada uma das trombetas não corresponde exatamente ao tempo de cada um dos selos, mas os selos e as trombetas começam e terminam no mesmo ponto, e cobrem o período entre a ressureição de Cristo e Sua Segunda Vinda. No estudo dos selos, esse interlúdio serve para responder à pergunta feita no fim do sexto selo: "Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?" (Apocalipse 6:17). A resposta é clara: o exército de Deus permanecerá até o fim, e se tornará uma grande multidão vitoriosa diante do trono de Deus. O interlúdio entre a sexta e a sétima trombetas serve para expandir ainda mais a essa resposta. Em todas as trombetas, as descrições formam uma imagem bem definida da batalha entre o exército de Deus e o exercito inimigo. O exército de Deus é Sua igreja, e ela luta não com o uso da força física, mas sim com uma arma espiritual poderosa: a Verdade de Deus. Essa pausa explica o papel do exército de Deus e como ele divulga o Evangelho nos últimos dias.

*** Outro anjo forte ***: O anjo descrito em Apocalipse 10:1 nos lembra o anjo de Apocalipse 5:2: "E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos?". Nesses dois versos, o anjo é mencionado em associação com o livro, e ambos são descritos como sendo 'anjo forte'. Apocalipse 10:1 começa com a palavra "outro", que nos leva a pensar que esse anjo forte não é um dos sete que estão tocando as trombetas.

- De onde os anjos vem: Não há dúvidas de que o anjo vinha do Céu (Apocalipse 10:1). A palavra grega para anjo é aggelou, e significa "mensageiro". Esse mensageiro forte trazia consigo uma mensagem importante enviada por Deus.

- Sua aparência:

* O anjo estava vestido com uma nuvem. Como vimos nos estudos anteriores, o termo 'nuvem' está frequentemente associado com a presença de Deus (veja o estudo #6). Agora fica ainda mais claro que a mensagem que o anjo trazia consigo era tão importante que estava rodeada pela presença de Deus.

* Um arco-íris estava por cima de sua cabeça. O arco-íris nos faz lembrar a descrição do trono de Deus em Apocalipse 4:3. Mais uma vez, vemos a presença do Pai nesse texto. O anjo não somente vinha do Céu, mas também da própria presença de Deus. Até mesmo sua face resplandecia como o sol.

* Os pés do anjo eram como colunas de fogo, muito semelhantes à descrição das pernas de Jesus em Apocalipse 1:15. Temos agora, não somente uma referência ao Pai mas também ao Filho. O mensageiro segurando o pequeno livro se assemelhava a dois membros da Trindade.

- Em sua mão: O anjo tinha em sua mão um pequeno livro (rolo). Esse livro era diferente do livro mencionado em Apocalipse 5, em dois aspectos: era pequeno e estava aberto. Isso não quer dizer que esses dois livros não estavam relacionados. Se esses livros estão relacionados, então o livrinho de Apocalipse 10 poderia ser apenas uma parte do livro visto em Apocalipse 5. Iremos falar mais do pequeno livro no próximo estudo.

- Onde o anjo estava de pé: Ao segurar o pequeno livro, o anjo poderoso tinha um pé no mar e o outro na terra. A expressão 'terra e mar' nos faz lembrar de três coisas.

* Criação: "E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca; e assim foi. E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares; e viu Deus que era bom." (Gênesis 1:9,10). A porção seca (terra), e a porção coberta pela água (mar) se referem à extensão completa do planeta.

* Quarto mandamento: "Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o santificou." (Êxodo 20:8-11). Deus criou "os céus e a terra, o mar e tudo que neles há". A expressão aqui também se refere ao planeta inteiro.

* A besta que emerge do mar e a que emerge da terra: "E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia." (Apocalipse 13:1). "E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão." (Apocalipse 13:11). As bestas representam um poder político-religioso que possuem uma influência global. (Veremos mais detalhes sobre as bestas quando estudarmos Apocalipse 13).

Nesses três exemplos, o conceito envolvendo a terra e o mar se refere ao seu alcance mundial. O anjo estando de pé daquela maneira enfatizava as implicações globais da mensagem contida no livro.

- Sua voz: O anjo clamou em alta voz. Sua voz não somente era forte, mas também se parecia com o rugir de um leão. O clamor do anjo levou os sete trovões a emitirem suas vozes (Apocalipse 10:3). O rugir do leão é usado como símbolo do som da voz do anjo ("como quando ruge um leão"). Não é um som para se passar despercebido.

*** E o anjo forte, é Jesus? ***: O anjo forte tem qualidades que parecem tanto com o Pai quanto com o Filho. A mensagem que ele estava trazendo, claramente vinha do Céu. Ele estava trazendo um livro aberto. O texto não diz que ele prórprio abriu o livro. Aparentemente, o livro havia sido aberto no Céu, antes do anjo ser enviado. Vamos agora voltar ao começo de Apocalipse, e rever a sequencia de como a mensagem iria ser passada para João: "Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo" (Apocalipse 1:1). Deus deu a mensagem para Jesus, Jesus a deu para o anjo, e o anjo a deu para João. A sequência em Apocalipse 10:1-7 aparenta ser a mesma. Durante várias lições anteriores, estudamos essa sequência, chegando a esse ponto: Deus deu o livro selado para Jesus, Jesus começou a abrir os selos do livro, então Jesus deu uma parte do livro que havia sido aberto para o anjo, e o anjo transmitiu a mensagem para João. E o anjo, é Jesus? Não exatamente, mas, de uma certa maneira, sim. Em termos modernos, podemos entender a função desse anjo ao compararmos o fluxo de informação que chega até João com a maneira que tão comumente nos comunicamos hoje. Frequentemente, enviamos mensagens eletronicamente. Recebemos uma mensagem, mas o que vemos não é quem a enviou. O que vemos são letras em uma tela, ou uma gravação em uma máquina. O verdadeiro remetente não é o telefone ou o computador. No entanto, consideramos que a mensagem que recebemos vem diretamente da pessoa que a enviou. De uma maneira semelhante, o anjo forte de Apocalipse 10:1 é o transmissor da mensagem vinda de Deus, através de Jesus. De um modo geral, é como se o próprio Jesus estivesse dando a João a mensagem.

*** Visão Geral ***: Apocalipse 10 e Apocalipse 11:1-14 cobrem o intervalo entre a sexta e sétima trombetas. Essa sessão explica o papel e as atividades dos fiéis filhos de Deus vivendo nos últimos dias. A informação chegou até João através de um anjo forte, enviado por Deus. A aparência impressionante do anjo diz a João que a mensagem possui implicações globais, e que é de extrema importância. Nesse momento, João ainda não sabia o que o livro dizia. Ele passou alguns versos descrevendo a aparência do mensageiro, para deixar claro ao leitor que o anjo trazia consigo informação divina. Os primeiros versos do capítulo 10 preparam a fundação dos versos que vem a seguir. Após ver o anjo forte e ouvir o seu clamor, João se viu pronto a ouvir o que Deus tinha a dizer.

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016