Saturday, 11 March 2017 23:25

56. Introdução às três últimas trombetas: advertência, os julgamentos divinos cairão sobre aqueles que se opõem às verdades de Deus * Apocalipse 8:13

Written by

13  E olhei, e ouvi uma águia que, voando pelo meio do céu, dizia com grande voz: Ai, ai, ai dos que habitam sobre a terra! por causa dos outros toques de trombeta dos três anjos que ainda vão tocar. (Almeida Revisada Imprensa Bíblica)

 

*** Uma águia voando ***: A palavra 'águia' foi traduzida do grego aetos, que significa "abutre, águia". Essa palavra é usada novamente em Apocalipse 19:17-18. Algumas versões da Bíblia traduziram a palavra aetos como anjo. Mas quando comparamos com outros versos, podemos ver que a palavra abutre ou águia combina melhor com o julgamento dos oráculos contra Israel, que lemos no Antigo Testamento (Deuteronômio 28:49; Ezequiel 32:4; Ezequiel 39:17). Oséias 8:1 diz: "Põe a trombeta à tua boca. Ele vem como águia contra a casa do Senhor; porque eles transgrediram o meu pacto, e se rebelaram contra a minha lei." O soar da trombeta aconteceria por causa da transgressão ao concerto de Deus e à Sua Lei. Os que haviam apostatado seriam lançados para fora, e os abutres (aves do céu) pousariam sobre eles (Ezequiel 32:4). Essa imagem nos faz lembrar de algo que Jesus disse. Quando falava sobre os eventos perto de Sua Segunda Vinda, Jesus disse: "Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão as águias." (Mateus 24:28). A palavra grega usada nesse verso também é a palavra aetos. O ponto é que, algumas pessoas não serão ajuntadas quando a trombeta soar. Elas estarão do lado de fora, aguardando os abutres.

Existem muitos exemplos na Bíblia mostrando que aquele carregando o pecado é retirado de cena. Adão e Eva foram mandados para fora do Eden quando o pecado veio ao mundo (Gênesis 3:23-24). Caim foi enviado para fora da região após matar seu irmão (Genesis 4:14,16">Genesis 4:14,16). Jesus, foi levado para fora da cidade, onde foi pregado na cruz, carregando os pecados do mundo em seus ombros (João 19:16,17). No Dia da Expiação, dois bodes faziam parte do fim do ritual; um devia ser o sacrifício queimado, e o outro devia ser levado para fora do acampamento, simbolicamente carregando embora o registro dos pecados que haviam se acumulado no tabernáculo durante o ano (Levítico 16:21,22). Esse era o bode expiatório, ou emissário. Como o texto e simbolismo de Apocalipse segue a mesma ordem do ritual de sacrifício do Antigo Testamento, podemos ver exatamente em Apocalipse, onde está o evento equivalente ao bode expiatório. Essa parte com o bode acontecia ao final da cerimonia, após o ritual de sacrifício. Então, a parte correspondente em Apocalipse se encontra também nos momentos finais do livro. Em Levítico 16:21,22, lemos que o bode expiatório era para ser levado para um local de desolação, fora do acampamento. Da mesma maneira, vemos em Apocalipse 20:1-3, 7-10, que Satanás será aprisionado no abismo por mil anos (local de desolação, completamente separado do local onde os salvos estarão). Depois de algum tempo ele será solto para receber sua sentença final. Satanás não carrega os pecados como símbolo de remissão do pecador que se arrependeu. Ele carrega o pecado porque sua natureza maléfica é revelada no fim da história do mundo. Ele é a personificação da separação de Deus causada pelo pecado. Assim, como o era o bode expiatório, Satanás será enviado para fora dos limites onde se encontra o povo de Deus.

Em todos esses exemplos, vemos aquele que carrega o pecado sendo colocado no banco dos réus, do lado de fora do acampamento de Deus, longe dos escolhidos. O trabalho de Cristo é tirar o pecado do mundo (1 João 3:5; João 1:29). Foi isso que Ele fez na cruz. Ele pagou o preço pelo pecador, mesmo sendo inocente. Mas o fato de Jesus ter cumprido a sentença que era nossa, não faz com que o julgamento em que nos encontramos acabe por aí. O verdadeiro culpado ainda tem que ser identificado. As acusações de Satanás contra Deus foram fortes. Mas no Calvário, o caráter de Deus e o de Satanás foram revelados. O sangue de Cristo removeu o pecado do pecador. No entanto, Jesus é inocente. Satanás é o verdadeiro culpado nesse julgamento. Chegará o momento dele receber sua sentença, por toda a dor e todo o pecado que se desencadeou por sua causa.

Em Lucas 17:34-37, Jesus contou ao povo uma analogia a respeito dos salvos e daqueles que não iriam entrar no reino de Deus. Nesse cenário, algumas pessoas seriam tomadas, e outras deixadas. Aqueles sendo tomados estavam, aparentemente, fazendo um trabalho muito semelhante àqueles que seriam deixados: alguns estavam dormindo, outros moendo e outros semeando no campo. Mas, de alguma maneira, eles acabaram vivendo experiências diferentes, no fim. Os discípulos estavam curiosos para saber para onde eles haviam sido levados, e logo veio a pergunta: "[...] Onde, Senhor? E ele lhes disse: Onde estiver o corpo, aí se ajuntarão as águias." (Lucas 17:37). A palavra 'águia' nesse verso também é aetos. Existe muita confusão a respeito desses versos, e as pessoas podem pensar que aqueles sendo tomados são os que estão salvos, e os que estão sendo deixados são os que vão se perder. Mas Jesus deixa claro: aqueles sendo retirados são os que enfrentarão os abutres. Eles serão o alvo de Seu julgamento. Jesus irá retirar o pecado do acampamento. Esses versos não representam pessoas sendo secretamente arrebatadas para o Céu, enquanto aqueles que permanecem são deixados para trás, para enfrentar tribulações. Esses versos demonstram a justiça de Cristo, ao executar Seus julgamentos. Os abutres ao redor daqueles que são retirados do reino de Deus estão ali por causa daqueles que "transgrediram o [Seu] pacto, e se rebelaram contra a [Sua] lei" (Oséias 8:1).

*** Três ais ***: A palavra 'ai' foi traduzida do grego oúaí, que é uma expressão de tristeza e denuncia. Em Apocalipse 8:13, como vemos no texto em grego, os abutres estão anunciando 3 ais iminentes, vindo sobre os moradores da Terra. Cada um dos ais vem com uma das trombetas seguintes. Este não é o único exemplo na Bíblia onde essa palavra foi usada. Mateus 18:7,8 é um bom exemplo de um ai semelhante. Jesus estava falando com os discípulos a respeito daqueles que entrariam no reino do Céu. Ele disse: "Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem! Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno." O ai virá por causa das ofensas, ou escândalos, do mundo. Aqueles que causaram essas ofensas irão sofrer. Da mesma maneira que temos que cortar fora e retirar qualquer coisa que nos leva a pecar, Jesus irá cortar fora e retirar as partes apóstatas do Corpo de Cristo (a Igreja). O termo 'ai' é mencionado em outras partes de Apocalipse: Apocalipse 9:12; Apocalipse 11:14; Apocalipse 12:12; Apocalipse 18:10. Esses versos se referem às coisas terríveis que vão acontecer com aqueles que se opõem a Deus.

*** Os que habitam sobre a terra ***: Mais uma vez, vemos o alvo dos julgamentos de Deus. Aqueles que habitam sobre a terra são o contraste aos cidadãos do Céu (veja o estudo #42). Em Apocalipse 12:12, vemos que os que habitam no Céu deveriam se alegrar, enquanto aqueles que habitam na Terra são o alvo da exclamação do ai. Os fiéis escolhidos de Deus não são os que estão nessa mira. Esse conceito vem sendo repetido em todas as trombetas até agora. Ainda há tempo para os habitantes da terra fazerem uma escolha diferente, se eles atenderem ao chamado de Deus.

*** Visão Geral ***: As primeiras quatro trombetas foram um alerta àqueles que haviam saído para fora do caminho da verdade. As próximas três trombetas irão mostrar como os eventos vistos nas quatro primeiras, se desenvolveram. Apocalipse 8:13 é o anúncio do perigo iminente, alertando a respeito das atividades demoníacas sendo jogadas sobre as pessoas que rejeitaram a verdadeira mensagem de Deus. A presença dos abutres anunciando os ais, indica que a intensidade dos julgamentos de Deus está para aumentar. Os abutres já estão voando sobre as carcaças daqueles que estão espiritualmente mortos. Se o alerta está sendo feito publicamente, é porque os moradores da Terra ainda têm tempo de mudar de lado, e sair do caminho sem saída. Eles ainda podem passar a trilhar o caminho do vencedor. Eles ainda podem ser completamente transformados pelo sangue redentor de Jesus. "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." (2 Coríntios 5:17).

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016