Saturday, 28 January 2017 23:19

50. As Sete Trombetas: visão geral * Apocalipse 8 e 9

Written by

*** Contexto ***: Até agora, vimos o período que se extende entre o tempo de João até a Segunda Vinda de Jesus de duas perspectivas diferentes. A primeira delas foi através das Sete Igrejas, e a segunda foi através dos Sete Selos. Nas Sete Igrejas, vimos a história da Igreja, e nos Sete Selos, estudamos o caminho que o vencedor percorre enquanto a mensagem de Deus é divulgada. Vamos agora começar mais uma maneira de olhar para esse mesmo período de tempo, estudando as Sete Trombetas. Os capítulos 8 e 9 de Apocalipse incluem sete anjos, que receberam trombetas. Como vimos no estudo dos Sete Selos, eventos acontecem na Terra durante a abertura de cada um deles. No estudo das Trombetas, veremos que da mesma maneira, quando cada anjo toca sua trombeta, eventos também acontecem na Terra. E as Sete Trombetas também estão dividas no mesmo formato dos Selos

Sete Selos

Sete Trombetas

Primeiros 4 Selos (os quatro cavaleiros)

Primeiras 4 Trombetas (um terço da Terra)

5o and 6o Selos

5o e 6o Trombetas (1o and 2o Ais)

Interlúdio (capítulo 7)

Interlúdio (capítulos 10-11)

7o Selo

7a Trombeta (3o Ai)

Nesse estudo, a primeira coisa que precisamos observar, é o símbolo usado: trombeta. A palavra grega usada em Apocalipse é salpigx. No Antigo Testamento, vemos duas palavras diferentes usadas para trombeta: shophar e chatsotserah. Ambas eram consideradas como sendo instrumentos sagrados. As trombetas chatsotserah eram, tipicamente, feitas de metal, e eram usadas pelos sacerdotes em diversas ocasiões, como no chamado para a reunião da congregação, alarme de guerra, e durante as festividades (Números 10:2-10). Era também usada no serviço do templo (2 Crônicas 5:12,13; 2 Crônicas 13:12-14). Gideão usou essa trombeta para vencer uma batalha (Juízes 7:19-20). As trombetas shophar eram, tipicamente, feitas chifre de carneiro. As trombetas shophar não eram um instrumento musical, mas eram instrumentos de sinalização, como uma buzina (Juízes 3:27; Juízes 6:34; 1 Samuel * 13:3; Isaias 18:3; Isaias 27:13; Jeremias 4:5,19; Jeremias 51:27; Joel * 2:1. Existem outras passagens que mencionam conexões interessantes entre o shophar e as Sete Trombetas de Apocalipse: pouco antes de Deus dar os 10 Mandamentos na montanha, a Sua voz foi ouvida claramente, como um “som de trombeta” (shophar) (Êxodo 19:16); a trombeta shophar era para ser soada por todo o território no dia da Expiação (Levítico 25:9); em Josué 6:4-5, lemos a respeito dos 7 sacerdotes, carregando 7 trombetas de chifre de carneiro, e o muro da cidade de Jericó caiu após tocarem as trombetas.

Existem muitos outros textos no Antigo Testamento relacionando a função dos dois tipos de trombeta. Mas o texto em Números 10:8-10 é possivelmente o mais crucial para o entendimento das Sete Trombetas de Apocalipse: “E os filhos de Arão, sacerdotes, tocarão as trombetas; e a vós serão por estatuto perpétuo nas vossas gerações. E, quando na vossa terra sairdes a pelejar contra o inimigo, que vos oprime, também tocareis as trombetas retinindo, e perante o Senhor vosso Deus haverá lembrança de vós, e sereis salvos de vossos inimigos. Semelhantemente, no dia da vossa alegria e nas vossas solenidades, e nos princípios de vossos meses, também tocareis as trombetas sobre os vossos holocaustos, sobre os vossos sacrifícios pacíficos, e vos serão por memorial perante vosso Deus: Eu sou o Senhor vosso Deus.” O conceito-chave nessa passagem de Números 10:8-10, é a ideia de que eles iriam tocar as trombetas, como um alarme, para que as pessoas pudessem se lembrar de Deus. Deus não precisa que O relembremos que nós existimos. O alarme audível era como um lembrete para os Israelitas, para seu próprio benefício. Assim, teriam uma resposta instantânea, dizendo-lhes que Deus não havia se esquecido da situação em que se encontravam. Qualquer que fosse a razão, uma questão relacionada com o perdão de seus pecados, ou de livramento do inimigo, o som da trombeta significava que Deus havia ouvido suas preces.

Tanto no Antigo quanto no Novo Testamentos, as trombetas são sempre mencionadas nas passagens que falam sobre o dia do Senhor, ou sobre o dia da Segunda Vida de Cristo (Joel * 2:1; Sofonias 1:16; Zacarias 9:14). Em Mateus 24:31, Jesus disse: “E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.” Em 1 Tessalonicenses 4:16-17, podemos ler: “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.”

O texto no começo do capítulo 8 de Apocalipse fala claramente que as orações dos santos estão relacionadas com o toque de trombetas: “E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono.” (Apocalipse 8:3). No quinto selo, vimos que os mártires debaixo do altar estavam clamando por justiça. A menção das orações do povo em Apocalipse 8:3 nos traz de volta à linguagem do Antigo Testamento: quando o alarme era soado ao tocarem as trombetas, o povo era levado a se lembrar de buscar a Deus em oração (Joel * 2:15-17), e com esse mesmo alarme, os ímpios eram alertados a se arrependerem, e a se voltarem a Deus, para que também pudessem ter vida (Ezequiel 33:1-20). O toque de trombeta é um alarme cujo objetivo é trazer pessoas para perto de Deus, para que possam ser salvas. Ele quer salvar a todos. Mas Deus apenas pode salvar aqueles que querem ser salvos. Ele nos ama tanto, que não força a salvação a ninguém que não a queira. As pessoas precisam permitir que a salvação venha até elas, ao se entregarem de volta ao seu Criador. A salvação de Deus somente pode ser recebida por aqueles que a querem aceitar.

*** Visão Geral ***: Em Apocalipse 1:10 e Apocalipse 4:1, o som de trombeta é um símbolo da presença de Deus, na pessoa de Jesus. Ele é o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, o primeiro e o último. O 5o. Selo nos mostrou pessoas sem falta alguma, implorando a Deus por justiça contra aqueles que habitam, na Terra (Apocalipse 6:10). O soar das trombetas é o alarme que lembra aos salvos que Deus os ouviu; e é um chamado para os ímpios se arrependerem, porque o retorno de Cristo está próximo. Quanto quem será afetado pelo soar das trombetas, Apocalipse 8:13 é claro a respeito de quem será o alvo. Os eventos resultantes das trombetas são apenas para envolver aqueles que não possuem o Selo de Deus (Apocalipse 9:4). Deus escutou as orações dos santos que estavam em baixo do altar, e Ele irá executar Seu julgamento sobre os ímpios, nos últimos dias. No entanto, Deus tem soado Seu alarme desde o tempo de João. Deus vem avisando os ímpios com bastante antecedência, para que eles se arrependam, e se voltem ao Senhor. Ao rejeitarem a mensagem de Deus, os eventos das trombetas aumentam em intensidade. Nos próximos estudos, iremos olhar de perto cada Trombeta, e aprender como cada uma delas causa um impacto sobre os habitantes da Terra.

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016