Wednesday, 30 December 2015 20:43

A Guerra no Céu e a Minha Escolha

Written by

Enquanto eu estava meditando nas lições do estudo bíblico desta semana, algumas coisas ficaram mais claras pra mim sobre os eventos que iniciaram antes do começo da Terra, e que vão finalmente terminar com a Segunda Vinda de Jesus. Com o ano 2016 já chegando, fiquei pensando sobre as escolhas que estão a minha frente. Gostaria de compartilhar meus pensamentos com vocês.

1) Antes da Terra ser criada, Lúcifer passou a sentir sentimentos de egoísmo. Ele estava com inveja de Deus. Ele valorizou esses sentimentos tanto ao ponto de vir acusar Deus de ser injusto. Ele queria ser igual a Deus. Começou então uma guerra espiritual no Céu. Lúcifer espalhou suas ideias pros outros anjos. Muitos acreditaram nas suas mentiras, e foram então expulsos do Céu. Eles já não podiam mais morar no Céu.

2) Deus o Pai, Jesus, e o Espírito Santo continuaram com os planos e criaram a Terra. Deus deu a Adão a autoridade de comandar a Terra ao permitir que ele desse nome a todas as outras coisas criadas por Deus. Deus estabeleceu a lei: Eu sou a Verdade e a Vida. Se você escolher não acreditar em mim e não me obedecer, você NÃO vai estar escolhendo a Vida. Isso significa que você vai estar escolhendo a Morte. Uma existência sem Deus é uma existência em pecado. Pecado = Morte. Satanás veio à Terra, e como um ser que escolheu uma existência sem Deus, ele decidiu trazer a Morte e destruir a criação de Deus.

3) Adão e Eva desistiram da sua autoridade de comandar a Terra ao acreditarem e obedecerem às mentiras de Satanás ao invés de acreditarem e obedecerem a Deus. Satanás disse: "Deus mentiu pra vocês", e eles acreditaram. E porque Satanás quer forçar um relacionamento de mestre-escravo com a criação de Deus, ele então disse: "Comam desse fruto proibido", e eles obedeceram. Num instante a Morte estava ao redor deles e neles. As plantas e os animais começaram a morrer. Foi um evento tão marcante que eles receberam roupas feitas de pele de animais para se vestirem. Era como se eles estivessem vestindo a própria Morte.

4) Deus nos ama demais para deixar o Pecado prevalecer. Então Deus fez a promessa de que iria enviar o Messias, que iria nascer neste mundo para salvar a humanidade do pecado. Embora o Messias fosse nascer em forma humana, ele não poderia ter uma origem humana ou ser um ser criado. Da mesma forma que era nos tempos dos reis do Velho testamento (seguidores de Deus ou não), quando um rei baixava um decreto, a lei tinha que ser cumprida ao pé da letra. Não tinha jeito de contornar. O decreto do rei só poderia ser abolido com a morte daquele rei. A lei de Deus 'Pecado = Morte' havia sido questionada e desafiada no começo. Só haviam duas opções para se resolver esse desafio: ou a humanidade morre, ou o Rei morre.

5) Se os seres humanos tivessem que morrer, eles morreriam sob o comando do novo representante da Terra, Satanás. Isto significaria morte pra sempre, já que Deus é o único que pode dar Vida. O sangue do Criador teria que ser derramado em lugar da humanidade para que a autoridade sobre a Terra fosse resgatada, e para prevenir que os seres humanos morressem sob o domínio de Satanás. Deus sabia que as pessoas precisariam entender esse plano de Salvação. E por isso Ele estabeleceu os rituais de sacrifício, onde um animal puro e inocente teria que morrer como um símbolo do sacrifício que Jesus faria por nós um dia. Jesus nasceu, cumprindo perfeitamente centenas de profecias mencionadas na Bíblia sobre seu nascimento e vida. Sua missão: revelar o Pai, e mostrar como Deus o Filho e Deus o Pai são um. Jesus veio selar o plano da Salvação, que foi a maior demonstração de amor pela humanidade.

6) Através da Sua morte na cruz, Jesus mostrou ao universo inteiro a verdadeira natureza da Vida, e a verdadeira natureza da Morte. Ele cumpriu a lei "Pecado = Morte" que havia sido desafiada no Jardim do Éden. Ao fazer isto, Ele demonstrou Sua soberania inquestionável como comandante e protetor daqueles que acreditam nEle e obedecem os Seus mandamentos. Já não há mais necessidade de fazer rituais de sacrifício. Satanás já não tem mais acesso ao Céu como o representante da Terra, e é de uma vez por todas expulso do Céu. O inimigo simplesmente não pode ficar entre Cristo e aqueles a quem Ele veio salvar. O fato é que absolutamente NINGUÉM pode ficar entre nós e o Filho de Deus. Jesus voltou ao Céus para tomar o seu lugar no Trono, para que ele venha cobrir as nossas imperfeições com Sua Graça. Dessa maneira, Jesus pode nos apresentar por inteiro diante do Pai. Restaurados para Sua Glória, nós podemos ir diretamente a Cristo. Ninguém mais recebeu os direitos que Jesus recebeu na cruz. Sua morte permitiu que Ele criasse uma linha direta entre nós e Ele. Ninguém mais tem o direito de interceder por nós. Somente Jesus.

7) Jesus prometeu voltar uma segunda vez para levar pro lar no Céu todos aqueles por quem Ele morreu. Mesmo Sua morte sendo um ponto tão importante no Plano da Salvação, Seu sacrifício não tirou de nós o nosso livre arbítrio, e nossa opção de poder escolher a quem queremos servir. As opções ainda são as mesmas do começo: Vida ou Morte. Jesus morreu pra salvar a TODOS que quiserem ser salvos. A escolha é nossa. E é por isso que não existe NADA que possamos FAZER para sermos salvos. Nenhuma quantidade de boas ações ou de tesouros terrenos podem nos ajudar a chegar ao Céu. Através de Adão e Eva, o Criador nos deu a autoridade de comandar o planeta Terra. Satanás não comprou de Adão e Eva esse direito de governar o mundo. Ele não deu a eles riquezas ou coisas materiais. A transferência do comando não foi feita através de "obras". Adão e Eva perderam seus direitos quando escolheram acreditar e obedecer ao inimigo. A maneira pela qual perdemos essa autoridade será a mesma maneira pela qual vamos ganhá-la de volta: com a nossa escolha. Quando confiamos em Deus, nos sentimos compelidos a obedecer Seus ensinamentos. Então, essa é a maneira pela qual nós somos salvos: Deus diz "Eu te amo tanto que enviei meu Filho pra te salvar", e nós acreditamos. E porque Ele quer nos oferecer um relacionamento de Pai-filho, Ele então diz: "Me ame mais do que todas as outras coisas, e ame também as pessoas a sua volta", e nós obedecemos. Quando nós fazemos isso, a Vida nos envolve, e nós começamos a viver uma vida espiritual em abundância. Esse evento é tão forte que quando Jesus voltar, nós vamos receber vestes de Glória. Vai ser como vestir a própria Vida.

Nós temos essa escolha a nossa frente todos os dias. Temos somente o período da nossa vida para fazermos a nossa escolha. De uma certa maneira, Jesus vai voltar durante o nosso tempo aqui, mesmo que a data da Sua vinda não coincida com o tempo da nossa existência nesta Terra. Ninguém pode fazer a escolha por mim. AGORA é a hora de escolher. Eu escolho Vida!

Um Feliz 2016 cheio de bênçãos!

   
Real time web analytics, Heat map tracking
© Hello-Bible 2016